sexta-feira, 19 de junho de 2015

Após garantir em seu gabinete, que não iria demitir nenhum trabalhador, o prefeito interino de Açailândia exonera todos os servidores comissionados.

Ouça o áudio clicando no link abaixo:

https://soundcloud.com/josinaldosmille/jussaaud-20150619-wa0038


O prefeito em exercício Juscelino Oliveira (PP), publicou através de decreto municipal divulgado nesta semana, a exoneração dos cargos comissionados da Prefeitura de Açailândia.

DECRETO Nº 84/2015:


O Prefeito Municipal de Açailândia, Estado do Maranhão, no uso de suas atribuições gerais.

Considerando que os cargos comissionados são livre nomeação e exoneração, conforme estabelece o artigo 37, inciso II, da Constituição da República Brasileira.

Considerando ainda as medidas de reorganização da estrutura administrativa do poder Executivo Municipal e a Otimização dos custos, destacando padrões de eficiência, eficácia e efetividade na prestação dos serviços públicos.

DECRETA

Artigo 1º - Ficam exonerados todos os funcionários detentores de cargos em comissão e função de confiança da administração pública direta, integrantes da estrutura administrativa do Poder Executivo Municipal, anteriores a 27 de Maio de 2015.

Artigo 2º - Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Gabinete do Prefeito Municipal de Açailândia, aos vinte e oito (28) dias do mês de maio (05) do ano de dois mil e quinze (2015).

As demissões ocorreram com data retroativa, ficando assim boa parte destes trabalhadores exercendo suas funções por pelo menos  dezoito 18 dias trabalhados, sendo que a grande maioria foi avisada (avisados) para permanecerem nos seus locais de trabalho, pois não seriam demitidos, muitos seguiram as determinações na esperança de permanecerem em seus respectivos cargos para assim receberem seus vencimentos garantidos por lei.

As Perguntas que não querem calar: 1) QUEM VAI PAGAR PELOS DIAS TRABALHADOS?

2) CADÊ O PRESIDENTE (A) DO SINTRASEMA - SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS, QUE AINDA NÃO SE PRONUNCIOU NA DEFESA DOS DIREITOS DESTES TRABALHADORES DEMITIDOS ?

Enquanto os acontecimentos políticos ocorrem no município, quem paga a “MUDANÇA” são os pais de família, que agora aguardam os próximos capítulos e as decisões judiciais que mexerão mais uma vez com toda estrutura política do município nos próximos dias. TENHO DITO!

Fonte: www.folhadecuxa.blogspot.com

Nenhum comentário: