quinta-feira, 30 de julho de 2015

PROPINAÇO: Denunciante "morto misteriosamente" teria sofrido ameaças de morte e até sofrido um sequestro relâmpago

Seria no mínimo uma decisão cautelosa a exumação do corpo para se verificar em uma perícia bem detalhada, a verdadeira "causa mortis" de Adriano Sousa.

Anselmo-e-Lenilda

Ancelmo Leandro da Costa, presidente da câmara de Açailândia, tio da vítima e acusado de ter repassado o cheque de Propina a Adriano para saque na boca do caixa…

A principal testemunha da investigação de acusação de propinagem na câmara municipal de Açailândia feita pelo Ministério Público de Açailândia, através da promotora da probidade administrativa Glauce Mara Malheiros (Procedimento Administrativo n° 01/2014), que morreu misteriosamente, sozinho, em sua residência, aparentemente vítima de infarto -  Antes do óbito, teria sofrido ameaças de morte e até sofreu um sequestro relâmpago.

A primeira declaração das ameaças sofridas pelo denunciante foi feita em entrevista coletiva pela prefeita de Açailândia Gleide Lima Santos (PMDB), em março deste ano. Na ocasião em que também denunciou o esquema de propina na câmara de Açailândia, Gleide Santos afirmou ter sido procurada pelo denunciante Adriano Sousa pedindo apoio para fugir para o Estado de São Paulo, em virtude das ameaças que vinha sofrendo.

vereadores Aciaria

Vereadores em visita a Aciaria Aço Verde instalada na cidade de Açailândia que teve Projeto de Lei aprovado para isenção de impostos…

Em entrevista concedida a uma TV Local, o ex-vereador, ex-presidente da câmara e ex-deputado estadual Irmão Carlos (PDT) reforçou ainda mais esta denúncia contando detalhes das ameaças sofridas por Adriano.

Segundo Irmão Carlos, as ameaças eram feitas através de cartas jogadas por debaixo da porta ou sobre o muro da residência de Adriano, e que só puderam ser combatidas através de instalação de sistema de monitoramento de câmeras de vídeos. Em outro trecho da entrevista, Irmão Carlos afirma com detalhes minunciosos que Adriano teria relatado ter sido vítima de uma espécie de sequestro relâmpago praticado por dois motoqueiros encapuzados, que teria levado Adriano a força para uma área deserta próximo ao CAIC, no Bairro Jardim de Alah e lá teria sido ameaçado de morte caso permanecesse com as denúncias contra o próprio tio Ancelmo Leandro da Costa, presidente da câmara de Açailândia e os demais vereadores acusados de propinagem. "Você é muito linguarudo, fala demais" foram as palavras usadas pelos sequestradores.

O Procedimento Administrativo foi instaurado pelo Ministério Público de Açailândia em maio de 2014 e já se passaram 14 meses da denúncia e até agora os vereadores acusados continuam a cantar de galo, levados talvez, por alguma certeza da leniência das nossas leis ou impunidade real.

Com relação a morte misteriosa da principal testemunha e o denunciante ao MP, seria de bom alvitre a exumação do corpo para se verificar em uma perícia mais bem detalhada a verdadeira "causa mortis" de Adriano Sousa.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

"Vereador Márcio Anibal é desonesto e corrupto"...

... "Ele vai na sua casa, senta no seu sofá e beija as mãos das suas mulheres, mas é tudo armação. Ele [Márcio Aníbal] é desonesto e corrupto e posso provar", afirmou textualmente o ex-vereador e ex-deputado Irmão Carlos (PTB).

mesa 1_thumb[5]

Mesa Diretora da Câmara de Açailândia: “Todos estão envolvidos no Propinaço, bem como os outros cinco investigados pelo Ministério Público”, afirmou Irmão Carlos em entrevista.

Os trechos acima são de uma entrevista bombástica concedida pelo ex-vereador, ex-presidente de câmara e ex-deputado estadual Irmão Carlos, a um programa de TV Local.

Na entrevista, Irmão disse acreditar também que toda a mesa diretora da câmara de Açailândia a começar pelo seu presidente Ancelmo Leando (PMN) e o vice-presidente Márcio Aníbal estão todos envolvidos em esquema de propinagem envolvendo uma Aciaria instalada no Município de Açailândia. Irmão foi textual em afirmar ter absoluta certeza que todos os dez vereadores denunciados no Ministério Público estão metidos até ao pescoço no esquema de propinagem. Irmão ainda denunciou o sequestro relâmpago sofrido pelo denunciante, hoje morto misteriosamente, Adriano, sobrinho de Ancelmo (denunciado), que será objeto de outro post do Blog.

Ainda com relação ao vereador Márcio Aníbal, taxado de corrupto e desonesto, Irmão Carlos disse ter documentos suficientes para cassação do Edil e até leva-lo à prisão. "Esse vereador é o Imperador das diárias na câmara de Açailândia, e, todas irregulares, só isso é suficiente para sua cassação, contextualizou Irmão Carlos.

Para quem não conhece o esquema de diárias nas câmaras municipais de todo o país, principalmente no Maranhão, e por conseguiente na cidade Açailândia funciona da seguinte maneira: "O vereador, em conivência com o presidente da câmara inventam qualquer tipo de viagem, ás vezes com o simples texto de tratar de assuntos de interesse do Município, recolhem notas fiscais aparentemente quentes e embolsam a grana sem ao menos se deslocar da cidade".

No mandato de presidência da câmara de Açailândia, do vereador Aluísio Sousa(PMDB), o vereador Márcio Aníbal foi o grande campeão de diárias -  Aluísio está até hoje enrolado com suas prestações de contas - Se o Ministério Público quiser é só analisar as contas desse período.

No mandato de Lenilda Costa (PMN) essas torneiras se fecharam, daí a revolta, pela postura austera da presidente, principalmente o vereador Márcio Aníbal, que partiu para ataques e articulações para afastamento e até cassão da Edil.

Uma pergunta que não deve jamais ficar sem respostas é: O MINISTÉRIO PÚBLICO VAI FICAR INERTE a tantas denúncias de corrupção na câmara de Açailândia?

terça-feira, 28 de julho de 2015

PROPINAÇO: Vereadores de Açailândia terão que depor na Promotoria Pública acusados de receber propina de Aciaria instalada no Município.

Apesar de haver certo sigilo nas investigações, informações fidedignas dão conta de que várias pessoas já foram ouvidas pela promotora de justiça Glauce Mara Malheiros. As informações mais recentes é a de que os vereadores acusados do Propinaço já estão sendo intimados para deporem – Agora o feitiço pode virar contra o feiticeiro!

PopinAço

Dez dos 17 vereadores que fazem parte do Legislativo Municipal de Açailândia estão sendo investigados de receber propina para aprovar projetos de lei. Trata-se do Procedimento Administrativo n° 01/2014 – 1° PJ/Açai, instaurado para apurar a conduta dos vereadores, onde consta o depoimento de Adriano Sousa da Rocha a Promotora de Justiça Titular da 1° Promotoria de Justiça do município, relatando com funcionou todo o esquema ilegal de arrecadação de dinheiro por parte dos vereadores. Adriano Sousa da Rocha, delator do esquema está morto.

Ele era sobrinho do atual presidente da Câmara Municipal de Açailândia, Anselmo Rocha, apontado por Adriano Sousa como lobista do esquema. O depoimento de Adriano ocorreu na sede da Promotoria, localizada na Vila Ildemar, no dia 23 de maio de 2014, era uma sexta feira, às 10 horas da manhã.

O EMPRESÁRIO…

Ricardo Nascimento é presidente do Grupo Ferroeste, que é proprietário da Aciaria Aço Verde Brasil. A empresa encontra-se instalada no bairro Pequia, parque industrial do município. Ela deveria ter começado a funcionar no primeiro semestre de 2015, mas apesar do investimento da ordem de R$ 700 milhões, até hoje não funciona. Segundo a denúncia, a propina paga aos vereadores era para aprovação de projeto que previa a instalação da Aciaria e isenção de impostos.

O CAMINHO DA PROPINA…

Adriano Sousa da Rocha relatou a Promotora Glauce Malheiros que era sobrinho do Vereador Anselmo Rocha, e que sempre havia trabalhado como cabo eleitoral do parlamentar, pedindo votos para o tio no bairro do Jacu, base eleitoral de Anselmo Rocha. Em seu depoimento Adriano Sousa relatou que, Anselmo Rocha lhe ligou solicitando que este fosse ao Banco do Brasil trocar um cheque e para tanto o declarante, Adriano, receberia a quantia de R$ 500,00 (Quinhentos reais).

O delator do esquema afirmou que Anselmo Rocha ao lhe entregar o cheque pediu a ele que mantivesse a transação bancaria em segredo e “não contasse nem a sua própria mãe”. Ao receber o cheque, Adriano Rocha, afirma que constatou que a titular era uma pessoa jurídica, ou seja, uma empresa, citando a Meca Móvel Construções, que seria do então vice-prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira, PP.

Dando continuidade as suas declarações para a Promotora de Justiça, Adriano Rocha diz que foi até a agência bancária e sacou o valor que constava no cheque, R$ 5.000,00 (Cinco mil reais). Desta quantia ele relata ter entregado ao seu tio, vereador Anselmo Rocha, R$ 4.500,00 (Quatro mil e Quinhentos reais), ficando com R$ 500,00, o que seria o pagamento pelo favor.

Segundo consta no termo de declarações, Adriano Rocha afirmou que dias após realizar esta operação se encontrou com Anselmo Rocha, no Armazém do vereador, já que além de parlamentar, Anselmo é comerciante atividade paralela que mantém além do mandato. Durante a conversa classificada como informal, o vereador teria confessado que o cheque era pagamento para aprovação de um projeto de lei que havia sido negociado com o empresário mineiro Ricardo Nascimento.

Ainda na conversa com seu tio, Adriano Rocha, afirma ter sido informado de que a empresa MecaMóvel Construções, teria recebido o valor de R$ 50.000,00 (Cinquenta mil reais), da Aciaria Aço Verde e depois esta teria distribuído dez cheques no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para os dez vereadores. O denunciante cita em seu depoimento os seguintes parlamentares: Diomar Freire, Pastor Vagnaldo, Márcio Aníbal, Carlinhos do Fórum, Fátima Camelo, Fabio Pereira, Bento Camarão, Professor Pedro, Sergiomar de Assis e Anselmo Rocha.

Parte dos vereadores citados como recebedores de propina aparecem em fotos visitando as instalações da Aciaria Aço Verde. Adriano Sousa disse acreditar que todos os cheques foram sacados ainda em dezembro de 2014. E relatou que no momento em que Anselmo lhe contou o passo a passo do esquema, o mesmo estava sozinho com ele em seu armazém.

Conforme o depoimento, em janeiro de 2014, novamente o vereador ligou para Adriano ir trocar outro cheque, dessa mesma negociação, mas como ele teriademorado a chegar, Anselmo recomendou que um dos seus filhos fosse trocar o cheque.

O referido cheque seria de R$ 3.800,00 (Três mil e oitocentos reais), tendo sido entregue a Adriano somente trezentos reais, mas como o mesmo não viu o cheque, não soube dizer ao certo o valor expresso. Esse cheque também foi emitido pela a empresa Mecamóvel Construção.

Anselmo ainda teria, segundo depoimento, afirmado que havia mais dinheiro para ser recebido, a respeito da aprovação do projeto de lei que permitia a instalação da Aciaria, pois o valor combinado para cada vereador seria R$ 20.000.00 (Vinte mil reais), porém como vazou informações sobre a negociação, não soube mais sobre o pagamento.

O vazamento de informações citados pelo denunciante teria sido o momento em que o suposto recebido de propina por parte dos vereadores passou a ser levantado por setores da imprensa, leia-se, Blog´s. Naquele momento as suspeitas foram levantadas como se tratando de um “PropinAço”, uma alusão a propina e a origem do dinheiro, Aciaria que em funcionamento produziria 600 mil toneladas de vergalhões e fio máquina, ao ano.

Adriano Sousa relatou ainda que viu o vereador Anselmo recebendo uma ligação da vereadora Diomar Freire. Na ocasião perguntou sobre o restante do dinheiro da negociação citada, mas como o parlamentar alegou não saber, o mesmo ligou para um sócio da empresa que aparece como fornecedorados cheques, perguntando sobre quando iria sair o restante do dinheiro danegociação da aprovação do projeto de lei. Do outro lado da linha o homem teria dito não saber a resposta.

Os fatos narrados por Adriano Sousa, só eram até entãode conhecimento da esposa dele, da vereadora Lenilda, irmã de Anselmo e de seu esposo, ex-deputado estadual Irmão Carlos.

Adriano relatou ainda que enquanto ia trocar cheques presenciou pessoas de confiança de vereadores também na agência, provavelmente realizando saques da mesma negociação. Dias após conceder o depoimento Adriano Sousa faleceu.

PREFEITA DENUNCIA

No dia 20 de março de 2015 durante entrevista coletiva a prefeita eleita do município de Açailândia, Gleide Lima Santo, PMDB, denunciou o esquema ilegal de recebimento de propina montado pelos vereadores para a população. Diomar Freire, Pastor Vagnaldo, Márcio Aníbal, Carlinhos do Fórum, Fátima Camelo, Fabio Pereira, Bento Camarão, Professor Pedro e Anselmo Rocha apontados pelo denunciante como recebedores de propina votaram pela a cassação do mandato da prefeita Gleide Santos, na última terça feira, 21.

A Comissão Processante instalada pelos vereadores com o único objetivo de cassar o mandato de Gleide Santos, já que por vezes os parlamentares citados declararam seus votos antecipamente em redes sociais, afirmando que votariam pela a cassação antes mesmo das denúncias serem apreciadas, foi por várias vezes, derrubada pela a Justiça que encontrou diversos vícios e erros.

Em entrevista a uma TV local o ex-deputado e ex-presidente da câmara de Açailândia denunciou toda a trama armada para o golpe arquitetado pelos vereadores (detalhes em outro post).

Instabilidade Política

Mesmo em meio a toda instabilidade política que se instalou no Município por conta das tentativas da cassação do mandato legítimo da prefeita Gleide Lima Santos, a cidade de Açailândia continuava no caminho certo, com salários dos servidores públicos em dias, todos os 07 restaurantes populares em pleno funcionamento, uma grande operação tapa-buracos foi deflagrada, novos médicos foram contratados para melhoria do funcionamento do Hospital Municipal, enfim, a máquina administrativa continuava o seu pleno funcionamento, no entanto, com essa nova ruptura ocorrida por conta de uma comissão processante cheia de vícios, Açailândia poderá outra vez entrar em declínio e quem paga o preço é a população.

Governo Golpista

Como dizem em um jargão popular, nem ao menos se esperou enterrar o defunto, claro, se houvesse defunto, pois Gleide Santos continua na luta, e o novo governo já começou a ser montado de uma forma extremamente escandalosa – E pasmem – foram agraciados todos os interessados diretamente no processo de cassação do mandato da legítima prefeita de Açailândia, sem nenhuma rara exceção. Isso ficará para outra matéria ainda mais detalhada.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

PMDB de Açailândia vai realizar convenção municipal neste domingo (26)

logo pmdb

AÇAILÂNDIA – MARANHÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA CONVENÇÃO MUNICIPAL

Ficam convocados os filiados ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro de Açailândia, para a Convenção Municipal, que terá lugar no dia 26 de julho de 2015, com início às 09h00min e término às 16h00min, no Auditório da Escola Técnica Imperador, localizado à Rua do Comércio, S/N, Bairro Jardim Brasil, no Município de Açailândia, como seguinte ordem do dia:

1 – Eleição do Diretório Municipal do PMDB com seus membros efetivos e suplentes, Delegados à Convenção Estadual e Suplentes, Conselho Fiscal e Suplentes, Conselho de Ética e Disciplina e Suplentes;

2 – Eleição pelo voto direto e secreto da Comissão executiva do PMDB Municipal, pelos seus membros do Diretório Eleito.

3 – Outros assuntos de interesse do PMDB Municipal.

Açailândia-MA, em 14 de Julho de 2015.

ROSSINE RODRIGUES PACHECO

Presidente da Comissão Provisória do PMDB de Açailândia

quarta-feira, 22 de julho de 2015

VALE A PENA LER… Passei um mês sem Facebook e não morri

Por que você também deveria dar um tempo nisso tudo!!!

Facebook site in Internet Explorer browser on LCD screen

Caro leitor, de tempos em tempos, tiro umas férias do meu perfil pessoal do Facebook. É algo que incentivo você a fazer de tempos em tempos, algo como a versão moderna de fazer um retiro espiritual em alguma montanha solitária. Não me entenda errado, continuo com a fanpage, Twitter e outras ferramentas profissionais. Mas colocamos tanta coisa na rede hoje em dia, que acho saudável tirar um tempo de vez em quando.

Se você não tem coragem, compartilho aqui alguns dos meus aprendizados. Vai que você se empolga.

O que aprendi com um mês sem Facebook:

- As pessoas confundem fatos com opiniões, emoções com opiniões e verdades universais com emoções.

- Você descobre quem realmente sente a sua falta.

- Você recebe mais mensagens de “Por que você me excluiu?” do que “Oi, está tudo bem?”. A lição que aprendi é que você pode estar morto e enterrado a sete palmos abaixo da terra, mas ai de você se excluir alguém.

- É realmente difícil sair do Facebook. Você se acostuma a fazer login em várias páginas e serviços, e muitos deles ressuscitam sua conta automaticamente sem você perceber (estou falando com você, Spotify). Você vai ter que olhar seu velho endereço de vez em quando nos primeiros dias para garantir que isso não ocorra.

- Dá um trabalho alterar todas as configurações para login manual.

- Nas vezes em que precisei voltar, percebi que as discussões e blá-blá-blás continuam na mesma. Desculpa mundo, ninguém se importa tanto assim com a sua opinião.

- É um sossego absoluto não se importar com o que as pessoas estão comendo, com as preferências políticas delas e praticamente uma benção ficar de fora do último “escândalo" da Internet.

- Quem sabe, ao desligar seu perfil, você passe a valorizar contatos mais pessoais e acabe com essa impressão de que se importar com seus amigos é dar uma olhada nos perfis deles de vez em quando.

- Você para de ficar olhando para seu celular nas salas de espera da vida e pode ficar sozinho com os seus pensamentos.

- Você não se sente precisando defender uma opinião toda hora que algo passa pela sua cabeça.

- Você pode valorizar mais os fatos, notícias e aprendizados concretos do que se importar com opiniões alheias.

- Ninguém vai ser agressivo na vida real como é no Facebook quando não concorda com você. Aliás, a maior vantagem é se livrar da turba que adora dar pancada nos outros por falta do que fazer.

- Você pode ser você mesmo sem se importar em postar, ser postado, marcar ou ser marcado para 200 milhões de pessoas olharem e acharem bonitinho.

- O Facebook sabe demais das nossas vidas, e um dia dará um jeito de ganhar (mais) dinheiro com isso.

Livro

Você gostou do texto? Baixe o ebook do autor, lançado pelo Administradores.com recentemente. O livro traz vários ensinamentos que Zugman trouxe da reunião anual da Berkshire Hattaway, companha de Warren Buffet. Para fazer o download do livro "O dia em que encontrei Warren Buffett".

segunda-feira, 20 de julho de 2015

COMUNICADO

clip_image002

Poder Judiciário Federal

Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão

Fórum Eleitoral Juiz João Batista Lopes da Silva

Zonas 071ª e 098ª

Em virtude da expansão da estrutura de atendimento e treinamento de servidores para o Cadastramento Biométrico de Eleitores, COMUNICAMOS que não haverá atendimento ao público nos dias 22 e 23 de julho de 2015 no Fórum Eleitoral de Açailândia.

Francisco evanio alves de sousa

Chefe de Cartório da 98ª Zona

Pressão popular faz vereadores reduzirem salários para R$ 970. Calma gente, isso não foi e nem nunca será em Açailândia

20150716082109

A população lotou o plenário da Câmara Municipal de Vereadores de Santo Antônio da Platina (PR) na tarde da última quarta-feira, 15, para a votação em segundo turno do aumento salarial dos parlamentares da próxima gestão, e conseguiu um fato inédito: ao invés de dobrar os vencimentos dos atuais R$ 3,7 mil para R$ 7, 5 mil, como previa o projeto original, o salário caiu para R$ 970. O projeto, com emenda, foi aprovado por 7 a 1.

Somente o vereador Sebastião Vitral dos Santos Furtado, o Santinho Furtado, votou contra o salário de R$ 970. Ele disse que a emenda que reduz os vencimentos drasticamente é demagógica, e que em todos os anos que atuou na política, nunca viu uma situação parecida, onde os vereadores recuam da própria proposta de dobrar o salário e ainda o reduzem para o mínimo.

Pelo projeto original, ou seja, sem emenda, os salários dos vereadores subiriam de R$ 3,4 mil para R$ 7,5 mil. Do presidente da Câmara iria de R$ 4.09 mil para R$ 8.5 mil. Do prefeito subiria de R$ 14, 7 mil para R$ 22 mil, e do vice de R$ 8,5 mil para R$ 13,5 mil.

Com a emenda aprovada nesta quarta-feira, os salários ficaram assim: vereadores R$ 970, presidente R$ 970,00, vice-prefeito R$ 970, e prefeito R$ 12 mil.

Ainda na sessão de quarta, o presidente da Câmara Valdir Domingos de Souza anunciou que o projeto que previa o aumento do número de vereadores de 9 para 13, e que seria votado na próxima semana, foi retirado definitivamente. “Vamos continuar com apenas nove vereadores. O projeto está retirado”, afirmou.

Apesar da grande e barulhenta manifestação pública, o presidente da Câmara conseguiu se impor e, educadamente, dar continuidade à sessão. Alguns vereadores tentaram justificar a pretensão de dobrar os salários, mas as vaias encobriam suas vozes. O vereador Claudio Domingues, o Cação, aproveitou para “lavar a roupa suja” e entregou o vereador Francisco Faustino Proença Junior, o Chiquinho, de bandeja à população.
“Foi o vereador Chiquinho quem sugeriu subir os salários para R$ 7,5 mil. Só que depois, ele ‘amarelou’ e não apareceu para votar”, disse.

Cação também partiu para cima do vereador Aguinaldo Roberto do Carmo, dizendo que ele só sabe criticar o prefeito. “Ele só fala mal do prefeito, talvez seja porque está de olho na cadeira dele nas próximas eleições”, disse.

O vereador Chiquinho procurou argumentar dizendo que a Câmara tem suas regras e que é preciso cumpri-las. Ele também esboçou um elogio à atitude popular, mas nem assim escapou das vaias do publico presente.

O projeto que previa dobrar os salários chegou a ser aprovado em primeira votação, ocorrida em sessão extraordinária, na segunda-feira, 13. Mas a população não deixou barato e começou a se organizar através das redes sociais para impedir que o aumento fosse aprovado em segundo turno, que ocorreu no final da tarde desta quarta-feira.

Informações são do Tá no Site.

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Açailândia promoverá encontro de 16 prefeitos no lançamento de programa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

mapa1

O Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento solicitou da prefeita de Açailândia Gleide Lima Santos (PMDB) a promoção de um grande encontro de 16 prefeitos e representantes da agricultura dos seus respectivos Municípios, o que foi prontamente atendido, e a equipe do Cerimonial e Gabinete já está ultimando os últimos preparativos para o evento que será realizado nesta segunda-feira (20), no auditório do Zeppellim Restaurante, das 08h30min às 17h30min.

O evento é uma estratégia do governo federal que possibilitará organizar e apoiar os produtores rurais, de maneira a proporcionar-lhes melhorias na qualidade de vida, propondo também discutir a possibilidade de parcerias por meio de convênios, com repasse de recursos para os Municípios que participarão do lançamento do programa na região.

O governo federal com esse programa busca também dobrar a classe média no campo, combinando um conjunto de políticas de crédito, assistência técnica e extensão rural, e a articulação com os entes federados e atores organizados da sociedade civil, para assim, alavancar os indicadores sócios econômicos dos produtores rurais que estão nas classes C e D.

Prefeitura de Açailândia inicia operação tapa-buracos nas principais ruas da cidade

Em entrevista coletiva, prefeita Gleide Santos confirma recuperação da Avenida Principal da Vila Ildemar. “Faremos naquele local uma obra definitiva e duradoura”, disse.

Anunciada pela a prefeita Gleide Lima Santos (PMDB) nesta quarta feira (15) durante entrevista coletiva concedida à imprensa local, a operação tapa-buracos que vai recuperar as ruas que foram danificadas pelo forte inverno, teve inicio na manhã desta quinta feira (16).

Os trabalhos de recuperação foram iniciados na conhecida Avenida do Quartel, Próximo ao Posto Alê. Uma equipe da empresa Terramata trabalhou intensamente durante todo o dia de ontem para recuperar trechos da via que estavam prejudicando o tráfego de veículos e pedestres.

Para o taxista Antônio Soares os trabalhos de recuperação irão facilitar o trabalho de quem precisa utilizar as ruas diariamente para trabalhar.

“Com a exclusão destes buracos as ruas ficam muito melhor para trafegarmos, nós ganhamos, a população ganha também e isto é muito bom”, disse. A operação tapa-buracos está sendo realizada com recursos próprios e nós próximos dias deve chegar a outros bairros da cidade.

A meta estipulada pela prefeita Gleide Santos é recuperar todas as ruas da cidade, inclusive a Avenida Principal da Vila Ildemar. “Temos que aproveitar o verão para recuperar o maior número de ruas possíveis, pois recebemos uma malha asfáltica de péssima qualidade que não suporta o período invernoso. Iremos também fazer uma trabalho de qualidade na Avenida Principal da Vila Ildemar que hoje se encontra interditada, gerada por uma tremenda irresponsabilidade – Mas faremos tudo de forma legal, dentro do que manda a Lei, com um processo licitatório legal – Esse processo já está correndo em caráter de urgência e logo que for finalizado faremos um trabalho definitivo, pois ali não adianta só colocar asfalto ou bloquetes, precisamos primeiro destinar tanto as águas das chuvas, como as águas servida para um outro local, só assim faremos um trabalho definitivo na Avenida Principal da Vila Ildemar”, enfatizou a prefeita Gleide Santos.

COMUNICADO SINE

Devido à desabilitação dos computadores para adaptação aos novos moldes do Seguro Desemprego, não haverá expediente nos próximos dias. A previsão é que o atendimento seja normalizado até a próxima quinta-feira (23/07/2015), após a chegada dos técnicos do Ministério do Trabalho.

Agradecemos a atenção e compreensão de todos.

SINE – Açailândia

Menor condenado por estupro coletivo é espancado até a morte no Piauí

8db78b0ac486c545992c7d922b0ff6a7-310x280

Gleison Vieira

Um dos adolescentes acusado de estupro coletivo em Castelo do Piauí (a 190 km de Teresina) foi morto na madrugada desta sexta-feira (17) dentro do alojamento do CEM (Centro Educacional Masculino), no bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

A informação foi confirmada pela Polícia Militar. A vítima é Gleison Vieira da Silva, 17 anos, estava na cela separada com os três menores quando iniciaram uma discussão. O menor foi atacado pelos três menores e agredido até a morte. O rosto da vítima ficou desfigurado, devido a violência.

O diretor de atendimento socioeducativo da Sasc, Anderlly Lopes, disse que os acusados do crime são os companheiros de cela do CEM.

“Eles confessaram ao delegado da Homicídios e foi um ato de vingança. A princípio a rotina iniciou bem, mas fomos surpreendidos com um lobo na pele de cordeiro. Foi uma abordagem covarde e de traição”.

O gerente de internação do Centro Educacional Masculino (CEM), Hebert Neves, disse ao Notícia da Manhã desta sexta-feira (17) que Gleison Vieira da Silva, 17 anos, foi morto após ter sido surpreendido pelos outros três adolescentes também envolvidos no crime de Castelo quando fora ao banheiro no alojamento onde eles estavam.

“Eles estavam separados mas no mesmo alojamento. Por volta de 1h, aconteceu o episódio. Ontem, na chegada deles, conversamos com os quatro, sabendo da responsabilidade e da repercussão do caso dentro e fora da unidade. Falamos da proteção da integridade física deles. Houve uma rejeição de todos os internos que bateram nas grades por 10 e 15 minutos. Então eles ficaram numa ala isolada. Na noite anterior, não havia indício de agressão, acreditamos que houve a discussão”, descreve.

Segundo Neves, o adolescente foi espancado até a morte. “Não houve perfuração. Ainda será realizada a vistoria, mas, visualmente, só detectamos o espancamento na região do crânio”, descreve.

O gerente de internação diz ainda que se deslocou ao CEM assim que soube do fato e que conversou com os outros três rapazes momentos após a morte de Gleison. “A frieza deles é surpreendente. Não têm arrependimento. Assumiram o que fizeram e contaram com detalhes: um deu a gravata no outro no banheiro; os outros participaram. Era como se eles tivessem matado uma mosca, um inseto qualquer”, narrou. “Perguntei a eles, se tinham combinado e eles disseram que foi de repente, que viram que podiam eliminar ele. Quando perguntei por qual motivo, eles não disseram o porquê. Só disseram que fizeram, na maior tranquilidade, frieza e destreza. Não vi remorso ou arrependimento. Eles já haviam cometido o ato infracional de maior gravidade possível e cometem novamente. Foi uma crueldade, barbaridade com o outro. Tenho 20 anos de experiência nesse sistema e o que me surpreende mais é que adolescentes que cometeram atos semelhantes os rejeitaram”, acrescentou.

Neves diz ainda que os adolescentes não têm condições de voltar ao CEM, já que a repercussão do crime é grande entre os outros internos da unidade.

Após o homicídio, o trio foi conduzido ao IML e a Central de Flagrantes, depois foram levados ao Complexo da Cidadania, onde estão separados, um em cada alojamento para que não haja contato dos três entre si para evitar novas agressões.

Família

A família de Gleison já foi avisada da morte do menor e está se deslocando de Castelo para Teresina. Ainda não há informações de onde será o velório e sepultamento.

Do Portal Cidade Verde.

Chiquinho mostra prestígio em posse como assessor de Michel Temer…

Escorcio com Michel Temer; prestígio de Sarney, Lobão, Cid Gomes, e deputados federais maranhenses

Escórcio com Michel Temer; prestígio de Sarney, Lobão, Baleia Rossi (presidente do PMDB-SP), e deputados maranhenses Júnior Marreca e Hildo Rocha

O ex-senador Chiquinho Escórcio tomou posse ontem, em Brasília, como assessor especial da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, chefiada pelo vice-presidente Michel Temer (PMDB).

A posse comandada pelo próprio Temer foi uma demonstração de prestígio de Escórcio.

A solenidade foi prestigiada pelo ex-presidente da República, José Sarney; pelo senador Edison Lobão, representando o presidente do PMDB do Maranhão, senador João Alberto, além de vários deputados federais.

Escórcio vai ser um dos principais assessores de temer na articulação com o Congresso.

Mas também, como maranhense, vai atuar fortemente – como já está atuando – na liberação de recursos e na realização de obras em todo o estado.

Mas esta é uma outra história…

Fonte: Marcos D’Éça

quarta-feira, 15 de julho de 2015

Prefeita Gleide Santos concede entrevista coletiva e fala sobre os desafios para administrar o município de Açailândia

A gestora do município de Açailândia, Gleide Lima Santos (PMDB), concedeu na manhã desta quarta-feira, 15, uma entrevista coletiva para a imprensa local. O ato ocorreu no gabinete da prefeita, localizado no prédio da prefeitura municipal. Esteve presente várias autoridades da cidade.

Gleide Santos na oportunidade falou sobre a administração do município. Afastada do cargo, a administradora pública foi reconduzida ao comando da cidade pelo Supremo Tribunal Federal (STF). De volta a gestão, a prefeita falou sobre as mudanças que ocorreram no primeiro escalão do governo, sobre a situação em que se encontra a saúde do município, infraestrutura e outros assuntos.

A mesma iniciou sua fala agradecendo aos seus eleitores pelo apoio e confiança depositada em sua pessoa. “Quero agradecer inicialmente as pessoas que votaram em mim e que estão do meu lado em busca do desenvolvimento da cidade”, disse.

Iniciando suas respostas aos questionamentos da imprensa, Gleide Santos falou sobre a situação da saúde do município. Ela declarou ter contratado novos médicos para o Hospital Público Municipal (HMA) e que a unidade conta com todos os tipos de médicos que a pessoa que se desloca até o hospital possa precisar.

Na ocasião Gleide Santos anunciou também a iniciação dos trabalhos da operação tapa-buracos que deve beneficiar diferentes bairros do município. A prefeita também realizou a entrega de três novas viaturas para os agentes de trânsito do Departamento Municipal de Trânsito (DMT) e um veículo novo para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Fonte: www.maranhaoemfoco.com

terça-feira, 14 de julho de 2015

Câmara de Açailândia desafia até o judiciário. Alguns vereadores concentram seus ataques na Tribuna e nas Redes Sociais.

No Post abaixo em resposta ao comentário de um leitor no perfil do Facebook deste blogueiro, o vereador professor Pedro coloca em dúvida a idoneidade do judiciário. Isso pode?

professor pedro

O print completo coloco á disposição do Judiciário, caso tenha interesse…

Como não se bastasse a bandalheira que se instalou na câmara de Açailândia, onde a Tribuna virou palco de agressões e xingamentos, alguns vereadores usando da atribuição constitucional que lhes conferem imunidade parlamentar, agora passaram a agredir até o judiciário local.

Bastou o juiz da 1ª Vara de Açailândia, Angelo Alencar, dar uma decisão que paralisou os trabalhos de uma comissão processante eivada de vícios e erros, levados pela paixão e ódio, que o magistrado passou a ser inimigo número 1 de alguns vereadores – O juiz agora também virou alvos de xingamentos e suspeitas infundadas, tanto na Tribuna da Câmara, onde os vereadores possuem imunidade, quanto nas redes sociais – Ou o poder desses vereadores cresceu tanto, haja vista que, até uma investigação de suposto pagamento de propina até hoje continua sem respostas, ou então o desespero pela cassação obstinada da prefeita Gleide Santos vai levar muitos dos nobres edís a loucura.

Por último, o presidente da câmara Anselmo Costa, esse declaradamente sempre se mostra acima da lei, resolveu não dar posse a dois novos colegas, simplesmente por estes, aparentemente, não compartilharem com a obstinação da sua turma em cassar o mandato legítimo da prefeita de Açailândia.

O que Anselmo não entende, e isso ele não vai aprender nunca mais, é que a condição que o levou a presidência da câmara, é a mesma que levou os nobres suplentes a estarem aptos a exercerem o cargo de vereadores.

Simples assim!!!

Prefeita Gleide Santos vai entregar novos uniformes ao SAMU

samu

Ao centro, Herlen Cristina coordenadora do SAMU em Açailândia…

Consciente do papel que o SAMU representa para a população de Açailândia, a prefeita Gleide Santos (PMDB), não mede esforços para garantir um ambiente de trabalho cada vez melhor a todos os servidores. Logo que assumiu o comando do Município transferiu a unidade do Samu que funcionava anexo ao Hospital Municipal, o que gerava uma demora enorme para respostas aos acidentados, para um local adequado, às margens da Br-222. Essa atenção especial ao SAMU de Açailândia tem proporcionado resultados cada vez mais positivos no atendimento à população.

A entrega dos novos uniformes irá acontecer na Unidade do Samu, a partir das 17:30hs, nesta quarta-feira (15).

FALTA DE RESPEITO!!! Presidente da Câmara Municipal de Açailândia boicota posse de novos vereadores do município

Maicon Sousa

Ao centro de terno verde o vereador Anselmo Rocha. Dos vereadores que fazem parte da mesa diretora apenas Fátima Camelo compareceu para prestigiar os novos COLEGAS. Onde estavam os demais?

Foi um grande constrangimento a situação em que o vereador-presidente da Câmara Municipal de Açailândia, Anselmo Rocha, colocou os suplentes de vereador Alexsandro Bbzão e Josivaldo Policarpo, na tarde desta terça feira (14).

Ocorre que os até então suplentes assumiram as vagas que tem como titulares a vereadora Lenilda Costa e Sarney Moreira, que foram convidados pela a prefeita do município Gleide Santos (PMDB) para assumir pastas no primeiro escalão da administração.

Alexsandro Bbzão e Josivaldo Policarpo convidaram amigos e familiares para prestigia-los em um momento muito aguardado por eles, como os próprios afirmaram em entrevista ao apresentador Orlando Menezes, mas ficaram em uma "saia justa" quando o presidente da casa, Anselmo Rocha, simplesmente deixou de cumprir com seu compromisso e dar posse ao novos vereadores.

A posse estava marcada para a tarde desta terça feira (14) e membros da imprensa se fizeram presentes. Assessores jurídicos e vereadores da casa, como Marquinhos, Fátima Camelo e Jarlis Adelino se fizeram presente para prestigiar os novos colegas de parlamento, menos o presidente que até o último minuto disse que iria, mas mandou avisar em seguida que não iria dar posse.

Outro ponto é o seguinte: onde estava os demais vereadores da casa? Se foram eleitos devem se eximir de outros deveres para estarem a serviço do mandato?. Posse dos novos colegas é uma pauta da casa, mas faltaram.

Lamenta-se a atitude do nobre vereador Anselmo, ocorre que pelo o que consta o vereador não se encontra doente ou coisa parecida. O parlamentar sabia que a posse já estava marcada, logo por questão de ética deveria até mesmo suspender quaisquer compromissos que por acaso pudesse impedir o ato.

Alexsandro Bbzão já foi vereador e ficou como suplente nas eleições de 2012, Josivaldo Policarpo assumirá a vaga pela a primeira vez. Ambos sentarão em cadeiras que tem como titular dois vereadores da base do governo da prefeita Gleide Santos, a quem Anselmo faz oposição velada.

Se foi por conta disto, Anselmo foi de uma deselegância sem precedentes naquela casa de leis. Desrespeitar dois colegas para colocar questões políticas e partidárias acima dos interesses da população é no minimo uma vergonha!

Prefeita Gleide Santos concede entrevista coletiva à imprensa nesta quarta-feira, dia 15.

convite modelo

Motoqueiro fantasma prende, atira e mata bandidos em Teresina

IMG-20150713-WA0005

Um motoqueiro, que a polícia não conseguiu até agora descobrir a identidade, começou desde o dia cinco deste mês, a assumir o papel de justiceiro em Teresina, Piauí.

Ele só aparece durante a noite numa moto possante, prende assaltantes, evita arrombamentos e, por último, matou um bandido em um posto de gasolina.

Ele vem sendo elogiado em Teresina por ter correspondido aos anseios populares mais imediatos, que é o combate ao crime com mais rigidez.

Muito se tem especulado sobre a identidade do motoqueiro fantasma. Alguns dizem que ele é estudante de direito e outros que seria um policial militar.

O certo é que o justiceiro tem dado sorte e sempre aparece para evitar crimes contra a população indefesa.

IMG-20150713-WA0003

IMG-20150713-WA0004

Fonte: Luis Cardoso

Polícia Militar e Civil frustram tentativa de assalto a Agência do Banco do Brasil de Açailândia

Duas pessoas foram presas em fragrantes dentro da agência e mais cinco suspeitos que estavam nas imediações do banco também foram presos.


De acordo com a PM, a quadrilha não é do  Maranhão e todos, já vinham sendo monitorados pelo serviço de inteligência. Pela forma que eles tentavam agir em Açailândia, pode  se tratar da mesma quadrilha que assaltou a agência do Banco Brasil de Balsas.

Dois acusados presos em fragrante e mais cinco suspeitos foram apresentados no 1º Distrito Policial.
Quatro carros teriam sido usados na ação: um utilitário Doblo, pick-up strada,Cross Fox e caminhão com placa de Itinga do Maranhão.

Entre os equipamentos usados na tentativa de roubo estavam: Maçarico, equipamento anti-chamas, furadeira, balões de oxigênio, luvas- antiderrapantes dentro outros equipamentos.

Antes de chegar ao banco, os elementos desligaram a energia do quarteirão e colocaram um caminhão em frente a agência para não levantar suspeita.

Municípios do MA registrarão, neste mês, maior perda de FPM

As cidades maranhenses amargarão neste mês de julho a maior perda, até o momento, de recursos oriundos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), cujos repasses são feitos pelo Governo Federal.
Levantamento elaborado pela Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), com base em informações e previsões do Tesouro Nacional, aponta que, até o fim deste mês, será registrada uma queda estimada em cerca de R$ 43 milhões em relação aos primeiros seis meses de 2015.
A parcela depositada nas contas das prefeituras na última sexta-feira (10), correspondente ao primeiro decênio de julho, apresentou queda de 38% referente as primeiras parcelas de cada mês neste primeiro semestre. E a previsão do Tesouro Nacional é de que as próximas duas parcelas a serem depositadas nos dias 20 e 30 sofram novos déficits.
Ainda segundo o Tesouro, agosto e setembro, juntos, deverão registrar perdas de recursos ainda maiores e que poderão chegar a quantia de R$ 84 milhões.
A queda brutal de recursos do FPM no começo deste mês fez com que prefeitos e prefeitas não obtivessem nenhum fôlego financeiro, muito embora o Governo Federal tenha depositado a complementação de 0,5% do Fundo.
“O complemento de 0,5% estava sendo visto como um fôlego para a crise financeira vivida, hoje, pelas cidades maranhenses e do Brasil. No entanto, juntamente com o complemento veio a redução drástica de 38% do repasse obrigatório, o que nos deixou atônitos, preocupados. Ou seja, o Governo Federal deu com uma mão e retirou muito mais com a outra”, afirmou o presidente da Famem, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar).
Ele explicou que a entidade municipalista continua orientando os gestores municipais a se manterem atentos com relação a situação de crise ocasionada pela queda de recursos.
“Estamos permanentemente passando orientações aos gestores para que estes tentem manter a máquina administrativa operando de maneira mais do que enxuta. Infelizmente, a situação, a cada mês, se agrava e quem sofre com esta política financeira perversa do Governo Federal é o povo, que perde investimentos nas mais diversas áreas, dentre elas saúde, educação e infraestrutura”, disse Cutrim.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Açailândia vai realizar a II Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional


A prefeita Gleide Santos baixou Decreto nº 107 de 03 de julho de 2015, que dispõe sobre a convocação da 2ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, e a Secretaria de Ação Social já ultimou todos os preparativos para a realização do evento que tem como objetivo a construção de compromissos para a efetivação do direito humano a alimentação adequada prevista no art. 6º da Constituição Federal.

A II Conferência Municipal visa também promover a soberania alimentar, por meio da implementação da política e do Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, com a participação da sociedade civil organizada.


O evento será realizado nos dias 14/07 às 18:00hs e 15/07/2015, das 08h00min às 12h00min, no Restaurante José e Maria - Centro de Referência e Atendimento ao Idoso (CRAI), Jardim de Alah.

Fantástico repercute linchamento em São Luís


Do Fantástico
O que está acontecendo em São Luís, a capital do Maranhão? Nesta semana, depois de tentar assaltar um bar, um jovem foi espancado até a morte por uma multidão. Uma imagem chocante, vista em todo o Brasil. Em dois anos e meio, já foram 30 linchamentos no Maranhão. Uma triste média de um caso por mês.
Um comércio, agora fechado. Na calçada, ainda as marcas da violência, que chocou o país, esta semana. Os moradores dizem que os rapazes estavam armados e tentaram assaltar o comércio, o dono reagiu e começou uma briga entre eles, as pessoas que passavam pelo local, viram a confusão e chegaram para ajudar o comerciante. Os dois foram desarmados e dominados, um deles foi amarrado em um poste e espancado até a morte.
O homem que aparece na imagem era Cleidenilson Pereira da Silva, de 29 anos. Ele não tinha passagem pela polícia. Um vídeo inédito, mostra a violência dos moradores que antes de agredi-lo, o amarram sem roupa no poste.
“Não era para ter matado. É que o povo ficou revoltado porque a cena que viram”, diz um morador.
“Ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém, mas a população não aguenta mais”, diz outro morador.
Um adolescente de 17 anos, que foi espancado junto com o rapaz que acabou morrendo, ainda está se recuperando.
“Me bateram demais. Até minha boca estava sangrando. Meu nariz estava sangrando, meu olho ficou roxo. Se eu não me fizesse de morto eu acho que eu tinha morrido”, conta o jovem.
Os vídeos do linchamento se espalharam rapidamente. E isso preocupa bastante quem estuda a violência.
“Algo que seria restrito somente ao contexto local, ganha uma dimensão muito maior quando é colocada na internet vista por outras pessoas. E que muitas vezes você vê pelos comentários, eles estão alimentando, aquele tipo de ação, estão incentivando e concordando, o que dá origem há novos ciclos de linchamento”, diz Ariadne Natal, pesquisadora do Núcleo de Estudos de Violência da USP.
Até um PM, em vez de agir como policial, ficou filmando a cena com um celular, depois das agressões. E o menor, deitado no chão, ainda nem tinha sido socorrido.
“Jamais dentro da atividade policial militar há uma recomendação ou uma situação doutrinada para isso. O policial militar que se excede, no caso filmando uma cena de crime, que ele deveria estar agindo e socorrendo pessoas ele está se excedendo e por isso, nós vamos abrir um procedimento legal, que é uma sindicância, para apurar esses fatos”, diz Coronel Pedro Ribeiro, comandante do policiamento metropolitano de São Luís.
Casos de linchamento tem se tornado comuns no Maranhão. Desde 2013, já foram 30 mortes por linchamento somente na Região Metropolitana de São Luís. Uma média de um caso por mês, mas o que explicaria esses números? O que passa na cabeça das pessoas que participam dessas “execuções em praça pública”?
Só nesta semana, aconteceram pelo menos outras duas tentativas de linchamento na região de São Luís. Na quarta-feira (8), um policial impediu que um rapaz acusado de tentar roubar uma moto fosse espancado. E, na quinta-feira (9), uma equipe da TV Mirante passava pela rua no momento que um suspeito de roubar um celular ia ser agredido pela população. A presença dos jornalistas acabou salvando o rapaz
“No momento em que você tem baixos indicadores de desenvolvimento humano, você também favorece com que essas pessoas não percebam a melhor forma, ou alternativas diferenciadas para resolver conflitos, ou para resolver situações de medo ou de violência. Então o que vai acontecer, elas vão tender a resolver à sua maneira”, diz Artenira da Silva e Silva, coordenadora do Observatório de Segurança e Sistema de Justiça- UFMA.
“Uma percepção da ausência do estado ou da incapacidade do estado de dar respostas para questões de segurança e justiça. Então, você gera uma percepção de impunidade e isso estimula ações dessa natureza”, diz Ariadne Natal do Núcleo de Estudos de Violência da USP.
Outro ponto, segundo os especialistas, é que faltam policiais nas ruas maranhenses: o Maranhão tem, proporcionalmente, o menor efetivo do país. Uma média de um policial para cada 892 habitantes, aproximadamente metade da média nacional: 472 habitantes por policial.
“O governo maranhense entende que não é só aumentar o efetivo, mas estar fazendo isso no sentido de corrigir a falha histórica do menor contingente do país. Todos os casos de homicídios, seja qual for a modalidade, passarão por uma avaliação para chegarmos a autoria e consequente punição dos envolvidos”, afirma o secretário de segurança pública do Maranhão, Jefferson Portela.
A Polícia Civil diz que já identificou os envolvidos no caso de segunda-feira (6) e que todos, tendo ou não antecedentes, vão responder por homicídio.
“O que se verifica é que pessoas, até sem registro criminal, sem antecedente penal acaba sendo levado a participar daquela situação. Mas isso para nós é irrelevante”, diz Claudio Santos Barros, delegado.
Os pais do jovem morto lamentam que o filho não tenha tido nem a chance de se defender.
“Deveriam ter entregado a polícia, que a justiça toma conta dos casos, se ele já estava amarrado. Ele foi um bandido nesse caso, mas mais bandido foi quem tirou a vida dele”, diz Antônio Pereira da Silva, pai de Cledenilson.
“Eu acho que é para isso que nós temos lei. É para isso que nós temos polícia, para isso que nós temos juiz. Eu não sei o que dizer, não sei para onde foi, não sei para onde vai. Eu só sei que eu perdi”, diz Maria José Gonçalves Pires, mãe de Cledenilson.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Gleide vence mais uma. O Tribunal de Justiça do Maranhão nega efeito suspensivo e CPI contra a prefeita de Açailândia continuará paralisada.

Prefeita Gleide Santos, eleita pelo voto popular com quase 29 mil votos...
O Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão apreciou e negou na manhã de hoje (10) mais uma tentativa de alguns vereadores que possuem como meta das suas vidas, a cassação da prefeita eleita legitimamente pelo voto popular, Gleide Lima Santos (PMDB) – Foram quase 29 mil votos.

Trata-se de um agravo de instrumento, com pedido de atribuição de efeito suspensivo, manejado pelos vereadores Ancelmo Leandro Rocha, Bento Vieira de Sousa (Bento Camarão) e Márcio Aníbal Gomes Vieira, contra decisão interlocutória proferida pelo MM. Juiz de direito da 1ª Vara da Comarca de Açailândia, que, nos autos da ação, deferiu pedido urgente, determinando a suspensão dos trabalhos da Comissão Processante instituída no âmbito da Câmara de Vereadores de Açailândia, e, por conseqüência, suspendeu a Sessão Extraordinária da mesma câmara convocada para o dia 28/06/2015, para o julgamento do processo político administrativo para cassação do mandato da prefeita de Açailândia Gleide Lima Santos.

Na decisão o magistrado destacou que o descumprimento pelo presidente da referida câmara poderia incidir em crime de prevaricação, como também, de ser nulo declarado nulo o julgamento do processo, por contrariar ordem judicial.

O Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão decidiu então que já havendo manifestação judicial anterior sobre a decisão contrastada no recurso impetrado pelos vereadores, ficando então INDEFERIDO o pedido de efeito suspensivo.

AÇAILÂNDIA - A prefeita Gleide Lima Santos (PMDB) ganhou novamente na Justiça Maranhense, o direito de suspender os trabalhos da Comissão Processante da Câmara Municipal de vereadores que tentou sem sucesso pela segunda cassar seu mandato.

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão negou o agravo de instrumento da Câmara Municipal nesta sexta-feira (10/07).

Veja na íntegra a decisão:

AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 32911/2015 (5980-50.2015.8.10.0000) - AÇAILÂNDIA
AGRAVANTES: ANCELMO LEANDRO ROCHA, BENTO VIEIRA SOUSA, MÁRCIO ANÍBAL GOMES VIEIRA.
ADVOGADOS: ARIOSTO CARVALHO DE OLIVEIRA, JOSÉ FLÁVIO COSTA MENDES.
AGRAVADA: GLEIDE LIMA SANTOS
ADVOGADA: KAROLYNE PEREIRA DINIZ
RELATOR: DESEMBARGADOR LOURIVAL SEREJO
VISTOS ETC.

Trata-se de agravo de instrumento, com pedido de atribuição de efeito suspensivo, manejado por Ancelmo Leandro Rocha, Bento Vieira Sousa, Márcio Aníbal Gomes Vieira contra decisão interlocutória proferida pelo MM. juiz de direito da 1ª Vara da comarca de Açailândia, que, nos autos da ação cautelar inominada n. 2144/2015, deferiu pedido urgente, determinando a suspensão dos trabalhos de Comissão Processante instituída no âmbito da Câmara dos Vereadores de Açailândia (Resoluções ns. 001/2015 e 002/2015), assim como de sessão de julgamento anteriormente designada.

Verifica-se, contudo, que, no mandado de segurança n. 30428/2015, inicialmente apreciado em regime de plantão judiciário ao emin. Des. Jamil Gedeon, e, na sequência, distribuído a esta Relatoria, a decisão impugnada no presente agravo de instrumento foi ratificada, ao menos em sede de liminar.

Observe-se, a propósito, o dispositivo do decisum referido:

"Posto isso, ante a evidência de direito líquido e certo, tal como demonstrado na inicial, com fulcro no art. 7º, III, da Lei n° 12016/2009, defiro a liminar ora requerida, para, suspendendo os efeitos da decisão proferida pelo eminente Desembargador Raimundo José Barros de Sousa, em sede do agravo regimental n° 27.563/2015. nos autos do dito mandado de segurança n° 25.871/2015, restabelecendo, desse modo, os efeitos da decisão liminar proferida pelo douto Juiz de Direito da 1ª Vara da Comarca de Açailândia nos autos da ação cautelar n° 2.144/2015, ficando, assim, suspensos os trabalhos da Comissão Processante da Câmara de Vereadores do Município de Açailândia instituída pela Resolução n° 001/2015. que posteriormente foi substituída pela Resolução n° 002/2015, e, por conseqüência, suspensa a Sessão Extraordinária da mesma Câmara convocada para o próximo dia 28.06.2015, às 20 horas, para o julgamento do processo político administrativo ali instaurado em desfavor da impetrante, até final julgamento do presente mandado de segurança, sob pena de o Presidente da referida Câmara vir a incidir em crime de prevaricação e de ser o julgamento do referido processo declarado nulo de pleno direito por contrariar ordem judicial." (destacou-se)

Nesse contexto, já havendo manifestação judicial anterior sobre a decisão contrastada no presente recurso, fica INDEFERIDO o pedido de efeito suspensivo.
Em deliberações finais, DETERMINO:

a) Dê-se ciência ao MM. juiz de direito da 1ª Vara da comarca de Açailândia, com o envio de cópia da presente decisão, requisitando informações, no prazo de 10 (dez) dias;
b) Intime-se a agravada para que, querendo, ofereça resposta ao recurso, no prazo legal; e,
c) Finalmente, com ou sem contrarrazões, encaminhem-se os autos à Procuradoria-Geral de Justiça, para emissão de parecer.
São Luís, 10 de julho de 2015.

Desembargador Relator.


LOURIVAL DE JESUS SEREJO SOUSA

BURITICUPU: Br-222 liberada



Foi liberado na manhã dessa sexta-feira(10) o trecho da BR-222 em Buriticupu-Ma, após 22 horas de interdição.

A BR havia sido fechada em protesto contra as ações do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) na região, que teria queimado 6 caminhões e um trator. Segundo os madeireiros os caminhões estavam descarregados e fora da área de preservação ambiental.

Polícia Militar “aborta” rebelião no Centro de Detenção Provisória de Açailandia

CDP ok

Agentes carcerários da Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária – SEJAP e homens da 5ª Companhia Independente de Policia Militar sob o comando do Capitão Frans, “abortaram” uma rebelião no Centro de Detenção Provisória de Açailândia – CDP, no inicio da tarde desta quinta-feira (9).
De acordo com informações colhidas no local, a má qualidade da alimentação e suspensão de algumas regalias teriam sido o os principais motivos que levaram os detentos a se rebelarem.
No final da tarde, cerca de vinte homens do 3º Batalhão de Policia Militar de Imperatriz, solicitado pela direção do presidio, chegaram para reforçar a segurança até os ânimos dos presos se acalmarem.
Os agentes penitenciários e policiais militares realizaram uma revista em todas as celas da unidade prisional para garantir que não terão nenhuma surpresa desagradável.
CDP 2
Capitão Frans conversando com familiares de presos
CDP 3
Mãe de um detendo desmaiou em frente o presídio
Fonte: amarcosnoticias.com.br

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Após IBAMA atear fogo em tratores e caminhões, madeireiros se revoltam e interditam a BR-222, em Buriticupu

Tenso OKApós homens do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA aterem fogo em um trator e em pelo menos seis caminhões madeireiros na região de Buriticupu, empresários do setor juntamente com populares interditaram a BR-222 na manhã desta quinta feira (9), no perímetro urbano de Buriticupu.
Segundo populares, a rodovia deve ficar interditada por cerca de 24h ou até que representantes dos poderes constituídos se manifestem no sentido de resolver o impasse.
Os madeireiros estão revoltados com a atitude do IBAMA em virtude que, segundo eles, os caminhões estavam descarregados e fora da área de preservação ambiental quando foram incendiados.Manifestação em Buriticupu 1
Manifestação em Buriticupu 4Manifestação em Buriticupu 3
Com informações do Blog www.amarcosnoticias.com.br


Ministro da Saúde, Arthur Chioro, anuncia liberação de ambulâncias para Açailândia. Sinais de que a cidade está retomando a sua estabilidade político/administrativa.


O senador Roberto Rocha (PSB) esteve em reunião com o ministro da Saúde, Arthur Chioro, acompanhado do Secretário de Estado da Saúde, Marcos Pacheco, e da subsecretária Rosângela Curado. A pauta foi a busca de apoio para o custeio de dois hospitais de média complexidade que serão inaugurados pelo Governo do Estado e também o apoio para melhorar a qualidade da saúde nas cidades do Maranhão.

Roberto Rocha deu a boa nova à população de Açailândia através da sua página pessoal no Facebook.


Nessa reunião, o Ministro da Saúde anunciou a liberação de ambulâncias para Açailândia, Grajaú, Balsas, São Domingos e São Luis. Isso demonstra que naturalmente Açailândia começa a retornar a sua estabilidade política e administrativa com o retorno da prefeita Gleide Lima Santos ao comando do município.

Quarta-feira (08) foi a vez de Novo Bacabal. Prefeita Gleide Santos reabre mais um restaurante popular.


Prefeita Gleide Santos ladeada pelas principais lideranças políticas do Distrito de Novo Bacabal.
Alvos de uma gestão temporária, quase todas as ações de cunho social tiveram suas atividades interrompidas causando inúmeros prejuízos à população mais carente de Açailândia. Os restaurantes Populares, tanto o do centro da cidade, como o restaurante do Distrito de Novo Bacabal foram imediatamente fechados.

Ao retornar ao comando do Município, uma das primeiras medidas da prefeita eleita pelo voto popular, Gleide Lima Santos (PMDB), foi reunir toda a equipe da Secretaria de Ação e Promoção Social e determinar a reativação de todas as atividades envolvidas na pasta e principalmente, o pleno funcionamento de todos os projetos “Resgate da Família”, bem como a reativação dos dois restaurantes populares existentes no Município.

Na última terça-feira (07) entrou em funcionamento o Restaurante Popular Municipal do Centro da cidade, quando foram servidas mais de 600 refeições à população, antes tolhidas desse direito por uma gestão temporária.


Na noite de ontem, quarta-feira (08) foi a vez do Distrito de Novo Bacabal. Para celebração da reabertura do Restaurante Popular a prefeita Gleide Santos reuniu as principais lideranças políticas do povoado, a imprensa e todo o seu secretariado em um culto evangélico. Em seguida foi servido um jantar preparado pela equipe que comanda o Restaurante Popular daquela localidade.