terça-feira, 1 de setembro de 2015

Juscelino quer transformar Açailândia na “República das Pedreiras” e pode levar a cidade a um colapso financeiro

O lixo já tomou conta da cidade, antigos credores do prefeito em exercício não param de chegar na cidade, servidores de confiança estão sendo importados de outras cidades e, caso não cumpra com pelo menos manter os salários em dias, Juscelino pode ficar conhecido como o único prefeito da última década a atrasar o pagamento de servidores públicos.

Posse-1_thumb[12]

Em menos de dois meses à frente da prefeitura de Açailândia, o prefeito em exercício Juscelino Oliveira tem atraído um grupo de velhos amigos, que a cidade mais parece um dos verdadeiros eldorados vividos em épocas passadas, muito parecidos com aqueles pelo qual passou a cidade como aconteceu na abertura da BR-010 e a criação da Vila pertencente ao Município de Imperatriz – Grandes caravanas na paravam de chegar atraídos pela madeira farta – Vinha gente dos lugares mais distantes do país e até do exterior.

Logo que Juscelino assumiu o Município, em 20 de julho, verdadeiras caravanas vindas da cidade de Pedreiras, começaram a desembarcar na cidade de Açailândia – A rede hoteleira praticamente dobrou as suas perspectivas de faturamento – Alguns hotéis estão praticamente lotados de predreirenses – Os conterrâneos e amigos de Juscelino dos tempos de farras nos cabarés da cidade de João do Vale estão tomando conta da cidade.

Antigos Credores

Vista por um monte de aproveitadores como uma verdadeira “Serra Pelada” no auge das pepitas gigantes, a prefeitura de Açailândia sob o comando de Juscelino, também atraiu nesses dias, uma “Ruma” de credores que viram nesse momento oportuno a possibilidade de receber suas antigas dívidas que podem ter sido contraídas pelo prefeito em exercício nas suas últimas duas fracassadas campanhas para deputado estadual.

Salários atrasados

Acostumados a receber seus salários até de forma adiantada na gestão da prefeita Gleide Santos, os servidores públicos já estão com as “barbas de molho”, pois já entramos no mês de setembro e nada da cor do dinheirinho suado entrar nas contas dos trabalhadores, referente ao mês de agosto.

Sem falar que a primeira parcela do 13º salário que deveria acontecer no dia 20 de julho passado também não aconteceu. Pra piorar, o Blog tomou conhecimento que não existe nenhuma estratégia traçada para o pagamento da totalidade do 13º no final do ano, haja vista, não haver caixa para o cumprimento desse compromisso – Só Deus, o prefeito em exercício e os apaniguados podem saber onde foi parar toda essa dinheirama. Juscelino, caso não cumpra com pelo menos manter os salários em dias, pode ficar conhecido como o único prefeito da última década a atrasar o pagamento de servidores públicos. A esperança é que o famoso 5º último dia útil do mês subsequente ainda não chegou.

Lixo

Por último a atual gestão sem nenhum comprometimento com a população parou com a coleta de lixo há mais de duas semanas – A cidade se transformou em um verdadeiro lixão – A fedentina tomou conta de Açailândia.

As desculpas esfarrapadas da assessoria do prefeito em exercício, acreditem, é culpa da lei 8.666 (Lei das Licitações), que primeiro quiseram fazer a população acreditar que é uma lei do calote, e, por último, mudaram totalmente o texto da lei para justificar a incompetência de administrar uma cidade do porte de Açailândia.

Uma pergunta não pode calar: “QUEM VAI PAGAR TODAS ESSAS CONTAS”?

Nenhum comentário: