terça-feira, 15 de setembro de 2015

Prefeito de Açailândia em exercício Juscelino Oliveira começa a provar do próprio veneno

jussa

Juscelino Oliveira, prefeito de Açailândia em Exercício…

Sêneca um dia disse que a maldade bebe a maior parte do veneno que produz. É o que está começando a acontecer com o prefeito de Açailândia em exercício Juscelino Oliveira, sem partido, pois acaba de ser expulso do PP partido ao qual foi eleito vice-prefeito.

Juscelino fez acordo até com o “Diabo”, para tomar o poder na cidade de Açailândia, claro, guardada as devidas proporções, haja vista ter nesse meio, gente pior do que o “Caramunhão”. E todo mundo sabe que quem vende a alma para o diabo um dia ele vem cobrar – É nesse sentido que escrevemos esse artigo, anunciando o inferno astral que começa a ser vivido pelo maior traidor da história política de Açailândia, o prefeito provisório Juscelino Oliveira.

Como era de se esperar, as cobranças das inúmeras faturas dos mais diferentes acordos que levaram Juscelino a pular a janela da prefeitura de Açailândia começam a vencer e os acordos, principalmente aqueles mais espúrios, agora precisam ser cumpridos à risca.

Àqueles que tramaram a cassação da legítima prefeita de Açailândia, Gleide Lima Santos (PMDB) através de denúncias, bastou os cargos na prefeitura; mas o que Juscelino não contou foi com a sede insaciável dos nobres vereadores – Foram 14 que armaram o golpe final – Alguns receberam cargos importantes e agora usando a máquina, fazem suas campanhas rumo a reeleição, mas e os outros?

Como tem que agradar a todos os vereadores aliados, pois já mostraram do que são capazes caso não sejam atendidos seus anseios, Juscelino virou simplesmente um refém e é o que manda menos na gestão pública de Açailândia.

As principais secretarias como Saúde, Educação, Infraestrura e Ação Social estão nas mãos de vereadores – Restou-lhe apenas Administração e Finanças. Ledo engano. E não é que agora os nobres vereadores se reuniram para pressionar o prefeito em exercício para cassar a cabeça da secretária. Pelo visto, Dra. Vera não está lendo na cartilha dos nobres vereadores. Também pressionado, dias atrás, outro secretário ameaçou pedir demissão – Dr. Rocha Neto conhecido pela sua seriedade não estava aceitando ser mandado pelos vereadores – Colocaram panos quentes, mas o “furdunço” continua nos bastidores da Prefeitura.

Essas só são as primeiras doses do veneno produzido pelo próprio Juscelino.

Veneno da traição, da maldade e da ambição!

Simples assim!

Nenhum comentário: