sexta-feira, 22 de maio de 2015

Açailândia poderá perder a oportunidade de ter o seu Mercado Público reformado

Por conta das péssimas condições em que se encontram as instalações, funcionamento do estabelecimento já foi condenado pela Vigilância Sanitária.

Nas fotos a situação em que se encontra o Mercado Municipal. Alimentos são armazenados de forma indevida em um ambiente totalmente propicio para bactérias. 

Em meio a muita politicagem, demandas judiciais e a intervenção de instituições públicas como a Câmara Municipal, Defensoria Pública e até o Ministério Público de Açailândia, o Município poderá perder a grande oportunidade de transformar a “Pocilga” que é hoje o Mercado Público de Açailândia, em uma grande estrutura higiênica de causar orgulho à toda população.

A desocupação que deveria acontecer na manhã desta quinta-feira (21) culminou com mais uma decisão judicial que autoriza os feirantes a permanecer nesta localidade que inclusive já foi condenada pela vigilância sanitária do Estado do Maranhão.

A permanência dos feirantes no Mercado Público de Açailândia pode levar ao Município a perder os recursos oriundos do governo federal e a população poderá dizer adeus à reforma e ampliação desse importantíssimo logradouro público para toda a comunidade açailandense – o prazo como foi citado em ofício da Caixa Econômica Federal encaminhado ao Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão já está se expirando e os recursos poderão retornar, deixando Açailândia impossibilitada até de formalizar novos convênios com o Ministério da Agricultura, pasta origem dos recursos.

Prédio do Mercado Municipal está totalmente fora dos padrões de funcionamento. Portões enferrujados e estrutura danificada. Risco de desabamentos é iminente.

Faço então o seguinte questionamento aos meus leitores: “Toda a população de Açailândia tem que pagar esse alto preço, em detrimento à meia dúzia de pessoas que serão beneficiadas, como é o caso de donos de bares e políticos hoje donos ilegais de 03, 04 e até 08 pontos com cobrança de aluguel ao preço de R$ 900,00 mensais”?

Acreditem, chegamos ao cúmulo de ouvir de representantes de instituições públicas importantes de Açailândia que cogitaram até instalar os feirantes no chamado “Rabo da Gata” – quem não se lembra de quando as pessoas que moravam ou comercializavam algum produto no “Rabo da Gata” e eram obrigados a fazer suas necessidades dentro de sacolas plásticas e jogar no meio do asfalto (BR-010)? Um verdadeiro retrocesso!

Em mais um ato, dessa imoralidade que vem tomando conta dos assuntos mais importantes da sociedade açailandense, o atraso venceu a evolução e o desenvolvimento.

Esperamos que nossas instituições acordem a tempo!

Simples assim.

Fonte: www.maranhaoemfoco.com

http://www.maranhaoemfoco.com/2015/05/acailandia-podera-perder-oportunidade.html

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Feirantes devem desocupar Mercado Municipal de Açailândia a partir desta quarta-feira (20)

Mercado Municipal precisa ser reformado urgente. O local não oferece o mínimo de higiene para a população.

Vencidos todos os prazos e cumpridos todos os trâmites legais, determinados em decisão judicial, os feirantes do Mercado Municipal de Açailândia devem desocupar o estabelecimento comercial nesta quarta feira (20). A decisão foi do desembargador Paulo Sérgio, na quinta feira, 30 de abril.
Na sentença foi recomendado que os feirantes teriam 10 dias a partir daquela data para deixarem o Mercado Municipal de forma voluntária.

A decisão do desembargador Paulo Sérgio foi fruto de uma ação por parte da prefeitura do município, que recorreu a justiça para que os feirantes se retirassem e assim as obras de reforma do mercado pudesse ser iniciadas.

Ocorre que, a prefeita de Açailândia, Gleide Lima Santos (PMDB), anunciou que iria recuperar o mercado, já que o estabelecimento a anos se encontra totalmente inadequado para a venda de alimentos. Este ano o local já foi alvo de uma fiscalização por parte da Vigilância Sanitária que condenou as condições em que o estabelecimento se encontra.

Alimentos são mantidos de forma totalmente irregular em um ambiente propício ao desenvolvimento de diversas bactérias.

Os feirantes, porém se negaram a sair para que as obras fossem iniciadas, com isso, se não houvesse nenhuma ação por parte do poder executivo os recursos federais destinados para a realização das obras seriam devolvidos.
Na decisão judicial, o desembargador Paulo Sérgio citou e destacou o ofício da Caixa Econômica Federal, informado que caso o prazo para inicio das obras fosse descumprido o contrato seria cancelado.

Políticos de oposição ao governo municipal estavam levando o feirantes a se recusarem sair alegando que as obras não seriam realizadas. No entanto a prefeita Gleide Santos afirma que o Mercado Municipal será devidamente reformado e entregue aos cidadãos que tiram seus sustentos vendendo alimentos no local.

"A obra será realizada e entregue a população do município. A forma como o mercado municipal se encontra é inadmissível. Agora com a decisão da justiça, iniciaremos as construções", afirmou a gestora.

O Mercado do município não oferece as minimas condições de higiene, em meio aos alimentos encontra-se ferrugem e estão armazenados em um ambiente propício para diversas bactérias.
A prefeita Gleide Santos já providenciou um local temporário para que os feirantes possam instalar suas bancas enquanto a reforma é realizada. Durante toda esta quarta feira (20) o município disponibilizará dois caminhões para que os feirantes retirem seus produtos. Já nesta quinta feira (21) uma força tarefa será montada para que seja retirado o que restar e as obras sejam iniciadas.

Fonte: www.maranhaoemfoco.com

http://www.maranhaoemfoco.com/2015/05/feirantes-devem-desocupar-mercado.html

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Reforma Política: Comissão da câmara dos deputados pode criar o chamado “Distritão” em que só serão eleitos vereadores e deputados que tiverem o maior número de votos.

O relatório acaba com o efeito “Tiririca” em que o campeão de votos arrasta candidatos sem nenhuma expressão de votos.

comissao-da-reforma-politica1

Sem consenso, a comissão especial da reforma política na Câmara dos Deputados deve votar nesta terça-feira (19) o relatório final da proposta que cria o chamado sistema "distritão" nas eleições do Legislativo e prevê um teto para o financiamento da campanha por empresas.

O parecer ainda gera divergências tanto entre deputados da comissão quanto entre especialistas e, segundo Cunha, vai ao plenário mesmo que a comissão não conclua a votação do texto.

Pelo distritão, são eleitos para vereador, deputado estadual e deputado federal os candidatos que receberem individualmente mais votos em cada estado ou município, sem considerar os votos para o partido ou a coligação.

Atualmente, o sistema em vigor no Brasil para eleição de deputados e vereadores é o proporcional, que leva em conta a soma dos votos em todos os candidatos do partido ou da coligação e também os votos na legenda. Por essa conta, mesmo candidatos com poucos votos conseguem se eleger se estiverem dentro de coligações mais robustas.

“O relatório é um pacotão antidemocrático”, critica o juiz eleitoral Márlon Reis, idealizador da Lei da Ficha Limpa e membro da Coalizão pela Reforma Política Democrática, que reúne 112 entidades. “O distritão caminha grosseiramente para piorar o nosso sistema. O povo não se sentirá representado no parlamento”, avalia.

Reis defende eleições proporcionais em dois turnos. No primeiro, vota-se no partido e depois, no candidato.

Na questão do financiamento, ele considera que a proposta do relator peca por autorizar as doações por empresas. "Sabemos que elas não são feitas de forma desinteressada", diz.

O ideal, na avaliação dele, é que o financiamento seja público e liberado para pessoa física com limite de R$ 700.

O presidente nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinicius Furtado Coêlho, também critica o distritão.

“É um sistema que elege os mais votados no estado. Ou seja, o candidato continuará tendo de fazer grandes campanhas. Aumentará a força do personalismo do nome, sem colaboração partidária. Cada um será seu próprio partido, o que é péssimo para a democracia”, sentencia.

Para o deputado Henrique Fontana (PT-RS), o distritão favorecerá o “hiperpersonalismo” da política, uma vez que o foco será no candidato e não no partido. “A tendência maior é que as campanhas mais caras sejam as vitoriosas. Além disso, os partidos vão querer lançar poucos candidatos, somente aqueles com condições de se elegerem para concentrar votos”, avalia.

Prefeita Gleide Santos entrega mais uma unidade do “Projeto Resgate da Família”.

DSC_0121

O novo equipamento social, inaugurado pela prefeita Gleide Lima Santos (PMDB) e sua equipe de governo na noite da última quarta-feira (13), é mais uma meta cumprida do seu plano de governo, que tem também como comprometimento, desenvolver políticas públicas voltadas para o resgate da família açailandense e o combate a fome.

A nova unidade do Projeto Resgate da Família foi entregue a comunidade do Plano da Serra. Somados as outras unidades, este o 6º Restaurante que tem como função além de oferecer comida de extrema qualidade, os serviços de convivência e fortalecimento de vínculos familiares, com acompanhamento psicológico, psiquiátrico, médico e jurídicos.

O novo restaurante do Projeto Resgate está localizado na esquina da Rua Antônio Pires com a Rua da Viena, bem próximo a Escola Municipal Antônio Oliveira Campos. No mesmo espaço (antigo BOTAFOGO) funcionará também S. C. F. V (antigo PETI) SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VINCULOS.

DSC_0147

A prefeita Gleide Santos (PMDB) em sua fala ressaltou que ali funcionará mais uma ação social que irá resgatar famílias como o próprio projeto já diz; “O nosso governo é voltado para o ser humano, para cuidar de pessoas, e este, é o nosso 6º restaurante funcionando dentro de Açailândia”. O nosso objetivo é até o final da nossa gestão instalar em cada Bairro de Açailândia um polo do Projeto Resgate da Família, totalmente estruturado com alas exclusivas para atendimento às crianças”.

“Aqui dentro do projeto resgate da família, as crianças, terão ocupação educativa, poderão brincar, descansar e realizar rodas de leituras. Enquanto isso suas mães estarão aprendendo algum oficio profissional (cursos). Nestes espaços as crianças estarão ocupadas aprendendo além da palavra de DEUS, outras atividades saudáveis para a infância, pois o nosso intuito social no projeto resgate da família, é formar gerações. Esse trabalho coletivo que é feito em todos os polos do projeto resgate da família, só dará maiores frutos talvez daqui uns 10 anos, onde veremos os nossos cidadãos renovados com valores familiares, aqui nesse local as crianças estarão ocupadas sem correrem o risco de ficarem vulneráveis as mazelas do mundo, como o envolvimento com drogas ou exploração sexual infantil”, afirmou a prefeita Gleide Santos.

DSC_0165

Esse mais novo investimento na área social vai atender milhares de pessoas em vulnerabilidade social e carentes de políticas públicas, com uma ala exclusiva para atendimento às crianças – O projeto já está instalado em cinco 05 bairros diferentes de Açailândia; Vila Ildemar, Piquiá, Novo Bacabal, Vila Capeloza, Bairro do Jacú e Plano da Serra.

A festa foi comandada pela banda municipal e grupos de danças, que deram um brilho todo especial na inauguração do projeto resgate da família no Plano da Serra. Depois das apresentações culturais, foi servida um jantar especial para todos os convidados e participantes, que degustaram uma deliciosa comida preparada pela dedicada equipe da secretaria municipal de ação social.

Prefeita Gleide Santos entrega a população uma unidade do PROCON

Essa é uma das reivindicações mais antigas da população que há anos têm os seus direitos tolhidos, na condição de consumidores. A prefeita Gleide Santos não mediu esforços para trazer essa unidade do Procon para a cidade de Açailândia, pois entende que a defesa do consumidor também estão incluso nos direitos fundamentais do cidadão.

DSC_0016

A Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/MA), órgão vinculado à secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) inaugurou na tarde desta quarta feira (13) uma unidade do serviço no município de Açailândia.

A instalação da unidade na cidade é de suma importância para a realização de fiscalizações visando combater abusos e desrespeitos aos direitos do consumidor, mas conforme o diretor geral do Procon-MA, Duarte Júnior, se não houver a predisposição do gestor público dos Municípios isso se torna impossível de acontecer. “Graças a prefeita Gleide Santos, prefeita de Açailândia, não tivemos grandes dificuldades de estamos hoje abrindo mais essa unidade do Procon no Município”, disse Duarte Júnior - há anos autoridades do município buscavam instalar o Procon em Açailândia, porém sem sucesso.

"Esse processo de municipalização do Procon às vezes ocorre com atraso por conta da falta de interesse por parte de algumas prefeituras. Em Açailândia foi importante o apoio por parte da prefeitura municipal", afirmou Duarte Júnior.

Na solenidade se fez presente várias autoridades, entre elas o presidente da OBA-MA, sub-seção Açailândia, Erno Sorvos, a promotora de justiça, Camila Gaspar, o presidente da Associação Comercial do município, Vanderlei Trombela, o secretário de Indústria e Comércio, Gilson Menezes e a responsável pela a unidade do Procon de Açailândia, Silvani Galvão.

Prefeita Gleide Santos participa da reinauguração do Posto da Polícia Rodoviária Federal de Açailândia

DSC_0054

Prefeita Gleide Santos ao lado da diretora geral da Polícia Rodoviária Federal…

O antigo Posto da Polícia Rodoviária Federal, situado ás margens da BR-222 no município, foi reconstruído e, após a finalização das obras, foi reinaugurado oficialmente na manhã da última quinta-feira (14). A Nova Unidade Operacional da PRF conta com dispositivos modernos de sustentabilidade e acessibilidade, além de abranger uma área de aproximadamente duas vezes maior do que a estrutura antiga.

A Polícia Rodoviária Federal através da Diretora Geral da PRF no Brasil, Inspetora Maria Alice Nascimento Souza foi a responsável de entregar à sociedade essa nova unidade operacional maior, mais confortável e adequada à atual demanda social.

“Essa nova unidade operacional representa uma vitória tanto para os policiais quanto para os cidadãos e cidadãs açailandenses, que contarão com uma unidade de apoio estruturada na fiscalização preventiva e ostensiva. Isso possibilita a prestação de segurança pública com a dignidade e a relevância que a população exige e merece”, declarou a Diretora Geral da PRF Maria Alice Nascimento Souza.

A Prefeita Gleide Santos que fez questão de participar da inauguração do novo Posto da PRF em Açailândia destacou a importância desta unidade para o Município. “Estamos hoje participando dessa inauguração juntamente com a diretora geral da PRF, Drª Maria Alice, entre outras autoridades aqui presentes, esta obra moderna que certamente vai aumentar a segurança no trânsito da nossa região, pois nós sabemos que Açailândia é uma cidade que tem um trânsito intenso e crescente, e em quase todos os finais de semana acontece um número exagerado de acidentes. Com a presença ativa da PRF em nosso município, realizando um trabalho preventivo de salvar vidas, protegendo as nossas famílias nesta grande missão de evitar acidentes nas nossas rodovias, será garantindo assim mais segurança”, enfatizou a prefeita Gleide Santos.

Estiveram presentes na cerimônia varias autoridades, municipais, regionais e federais; entre elas, a prefeita de Bom Jesus das Selvas, Cristiane Damião do (PTdoB), o Capitão Lourenço do Exercito Brasileiro, Tenente Coronel da PM/Maranhão, Marcos Lima, secretários municipais de Açailândia, vereadora Lenilda Costa (PMN), vereador Renatinho de Bom Jesus das Selvas, as promotoras de justiça, Camila Gaspar e Leticia Freire, o presidente da subseção da OAB/Açailândia, Dr. Erno Sorvos, o Diretor do Departamento Municipal de Trânsito, Sr. Delicio dos Santos entre outras autoridades importantes da nossa região.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Açailândia vai ganhar uma unidade do PROCON

A intervenção da prefeita Gleide Santos junto ao órgão foi fundamental para a instalação de uma unidade na cidade de Açailândia. O Secretário de Indústria e Comércio do Município Gilson Menezes, representou a prefeita na capital do Estado para celebração da parceria.

proconma

Duarte Júnior Diretor Geral do PROCON Maranhão…

A Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON Maranhão), órgão vinculado à Secretária de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), inaugura mais duas unidades no interior do estado. Desta vez, as cidades contempladas são Açailândia, o oitavo município mais populoso do Maranhão, e Estreito, ambos localizadas na região Tocantina.

Em Açailândia a inauguração, que acontecerá no próximo dia 13, contará com a presença da equipe técnica do Procon e do diretor-geral do órgão, Duarte Júnior, que ministrará, para o setor comerciário da cidade, a palestra “Diálogos com Fornecedores”. O posto da cidade fica localizado na Rua Dorgival Pinheiro de Sousa, 1111, Centro.

Em processo de municipalização, o Procon estará presente em nove cidades maranhenses (Açailândia, Bacabal, Balsas, Caxias, Estreito, Imperatriz, Pedreiras, Timon e São Luís). Sob orientação do governador Flávio Dino, o projeto pretende levar o órgão, ainda este ano, a Barreirinhas, Presidente Dutra, São João dos Patos, Itapecuru, Santa Inês, Pinheiro e Santa Luzia.

De acordo com o diretor do órgão, Duarte Júnior, a municipalização do Procon é fundamental para descentralizar a assistência aos consumidores. “É objetivo do Procon, nesta gestão, é levar o serviço de proteção ao consumidor a todas as regiões do estado. Com a presença do órgão na sua cidade ou região, os consumidores se sentem mais amparados e passam a ter, ainda mais, o Procon como referência quando precisarem buscar seus direitos.”, diz.

Sob nova gestão, iniciada em janeiro, o PROCON Maranhão aumentou, consideravelmente, o número de viagens aos municípios no interior do estado pelas equipes de fiscalização e de orientação do órgão com o propósito de levar assistência e conhecimento a todos os consumidores maranhenses. Quando comparado ao primeiro semestre de 2014, o PROCON já realizou mais que o dobro de ações nos municípios em apenas 4 meses da nova gestão.

Prefeita Gleide Santos entrega a população de Novo Bacabal um restaurante popular com refeições a R$ 2,00.

Além da inauguração da segunda unidade de restaurantes populares, a prefeita de Açailândia ainda realizou uma grande festa para as Mães das comunidades de Novo Bacabal e Córrego Novo.

DSC_0082DSC_0183DSC_0258

Mesmo acometida de uma virose que a deixou acamada desde a manhã da última sexta-feira, (08), a prefeita de Açailândia Gleide Lima Santos (PMDB), cumpriu agenda de compromissos à noite no Distrito de Novo Bacabal, distante 60 quilômetros da sede do Município.

Devido alguns sintomas parecidos com uma virose que tem atingido grande parta da população de Açailândia, seu médico e esposo Dr. Dalvadísio Moreira, recomendou que a mesma ficasse o dia todo de repouso para se recuperar do mal estar.  No período da noite a Prefeita Gleide Santos se sentindo melhor seguiu a programação da sua agenda de trabalho.

A primeira atividade foi inauguração oficial do RESTAURANTE POPULAR MUNICIPAL de Novo Bacabal que vai oferecer a partir da próxima terça-feira, (12), refeições de qualidade no valor de apenas R$ 2,00.

A Prefeita Gleide Santos acompanhada de toda sua equipe do governo municipal prestou também uma belíssima homenagem às mães com uma grande festa que aconteceu na Quadra de Esportes da Escola Novo Bacabal.

Além do Jantar para as mamães a festa ainda proporcionou aos apresentes a apresentação de um clipe religioso no telão, músicas especiais para as mães e apresentações artísticas e culturais com os grupos de dança, quadrilhas juninas, apresentação das crianças das escolas municipais, teatro e a banda municipal de música.

A prefeita Gleide Santos (PMDB) lembrou que aquele era um momento de alegria e confraternização, acrescentando que não podia deixar passar em branco uma data tão especial para essas mães lutadoras de Novo Bacabal e de toda a nossa cidade.

quinta-feira, 7 de maio de 2015

AGORA LASCOU!!! Na frente de representante do Ministério Público vereador professor Pedro assume “coautoria” em derrubada de Posto de Saúde

Vereador-PedroAgora ficou muita claro o porque da presença do vereador Professor Pedro na última segunda-feira (04) no local do Posto de Saúde destruído pelo irmão Stênio Coelho – Apenas para conferir se o “Mano” tinha feito o serviço bem feito, haja vista que, alegação de notificação caiu por terra visto que a prefeita já havia sido notificada via diário oficial.

Na sessão de ontem, quarta-feira (06), conforme o blog amarcosnoticias, o vereador fanfarrão disse textualmente: “Quero deixar aqui um aviso para senhora prefeita, se ela insistir em construir alguma coisa em terrenos particulares a gente derruba de novo” – Um total desrespeito às leis e às autoridades judiciárias.

Enfim, Pedro assumiu no mínimo coautoria no crime contra o erário público e mandou as favas os moradores da Vila Tancredo que iria se beneficiar desse Posto de Saúde. Pra piorar, pasmem caros leitores, essas declarações foram dadas na tribuna oficial da câmara e que teve como testemunha, nada mais nada menos do que um promotor público.

Nas redes sociais, o irmão que tomou pose de terrorista e justiceiro ameaça derrubar outro posto de saúde que segundo ele, se encontra abandonado. Esse Posto de Saúde foi iniciado na administração do ex-prefeito Ildemar Gonçalves e que a atual gestão terá que assumir e aportar recursos do tesouro municipal para conclusão dessa obra, haja vista que, a empresa responsável pela obra já recebeu todo o pagamento e não concluiu esse empreendimento.

Simples assim!!!

Prefeitura de Açailândia oficializa doação de terreno para transposição da comunidade de Pequiá de Baixo

terreno

Local onde serão construídas as casas populares aos moradores de Pequiá de Baixo…

A prefeitura municipal de Açailândia no início desta semana protocolou na câmara municipal o Projeto de Lei n° 07/2015, que consequentemente foi aprovado ontem quarta-feira (06), para oficializar a doação do terreno, que foi desapropriado, a fim de ser destinado ao reassentamento da comunidade de Pequiá de Baixo.

O imóvel denominado Sítio São João de 38.441 hectares, localizado na altura do Km-8, BR 222, no município de Açailândia, para fins de construção de casas populares para reassentamento das famílias da comunidade de Pequiá de Baixo.

Os moradores daquela comunidade encaram a conquista definitiva do terreno com grande alegria, pois há anos a Associação de Moradores de Pequiá de Baixo encaminham denúncias a distintos órgãos sobre a gravidade da situação em decorrência dos altos índices de poluição ocasionada pelas indústrias instaladas na região.

A próxima etapa será a construção das residências populares que deverá ocorrer em convênio com Caixa Econômica Federal, através de uma nova etapa do Programa Minha Casa Minha Vida.

A expectativa dos moradores ficará agora por conta do lançamento dessa nova etapa do programa, pelo governo federal.