sábado, 23 de janeiro de 2021

AÇAILÂNDIA: TE CUIDA ALUÍSIO!!! Armação para cassação do atual prefeito é financiado pelo ex-prefeito Ildemar e todas as articulações acontecem no escritório de SÍLVIO DA COMACO.


É impossível definir quais são as VERDADEIRAS intenções em torno de uma possível cassação do mandato do atual prefeito de Açailândia, Aluísio Sousa. O financiador pelo visto é uma espécie de vingança por Aluísio ter peitado a “velha raposa”, agora Sílvio da Comaco aliado de primeira hora do prefeito, não se consegue entender, mas as suspeitas já giravam na campanha, quando o camarada, não se sabe se foi de forma proposital colocou muito caroço no angú e por pouco Aluísio na perde a eleição – que o diga uma tal pesquisa. As articulações ainda envolvem um secretário de primeira hora do prefeito.

A briga pela presidência da câmara é só um pano de fundo pela cassação do mandado do prefeito Aluísio.

Eita, que é muito fogo amigo.

DETALHES NA SEGUNDA.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

EXCLUSIVO: Logo mais você vai saber quem DA CIDADE DE AÇAILÂNDIA está por trás da SUPOSTA força do vereador Ceará junto ao TJ Maranhão.

O objetivo de forças malévolas, leia-se, político de muita grana, ao apoiar o vereador Ceará na sua saga de tomar o poder na cidade de Açailândia, está mirando não só o comando da Casa de Leis, mas sim cassar o mandato do prefeito Aluísio.

DETALHES AQUI!!!

quinta-feira, 21 de janeiro de 2021

GUERRA DE LIMINARES: Vereador Ceará “peita” e vence mais uma vez juízes de primeira instância da cidade de Açailândia.

 

Como o Blog já havia adiantado em “post” anterior que o vereador Ceará teria bradado aos quatro ventos e comentado juntos aos seus aliados que vai derrubar todas as decisões tomadas por juízes de primeira instância da Comarca de Açailândia, eis que mais uma vez tudo se confirma.

Desta feita o efeito suspensivo dado na capital São Luis pelo Desembargador plantonista RAIMUNDO José BARROS de Sousa Desembargador argumentou que os Vereadores Impetrantes (eleitos em 15 de novembro), ora Agravados é de que o Presidente daquela Casa não teve interesse em dar-lhes posse para então, convocar os Vereadores suplentes, dando-lhes posse.

Dos autos, o desembargador Raimundo José Barros de Sousa observou, segundo ele, numa análise não exauriente, que a conduta do Agravante foi em sentido contrário, pois como restou assinalado, constam dos autos, as respectivas convocações e encaminhamentos destas por WhatsApp aos vereadores Agravados; a Expedição de Decretos Extintivos dos Mandatos e convocação dos Suplentes atendendo às previsões e prazos estabelecidos no Regimento Interno da Câmara de Vereadores do Município de Açailândia.

Por conta disse, segundo o magistrado da capital, DEFERIU o pedido de efeito suspensivo pleiteado sem prejuízo de análise e revisão pelo Exmº. Desembargador Relator Luiz Gonzaga Almeida.

O que significa dizer que essa guerra de liminares pleiteadas à capital do Estado está longe de um capítulo final.

Enquanto isso, a cidade de Açailândia desce sem cordas em um poço sem fundo, e se instala na cidade a maior crise político/administrativa da história da cidade.

Na última terça-feira, dia 19, a população esboçou uma reação indo às ruas protestar contra essas decisões e manobras, manifestação esta que culminou com uma série de ataques (FAKE NEWS), em redes sociais, principalmente em grupos de WhatsApp, às pessoas de bem da cidade de Açailândia, pessoas essas que fazem girar a mola mestre do desenvolvimento da cidade do ferro.

Os ataques todos orquestrados por um “GABINETE DO ÓDIO”, instalado nos últimos dias na cidade de Açailândia, composto em sua maioria por pessoas fictícias, que se escondem no antro covarde das redes sociais para atacar a conduta de pessoas que construíram e fazem parte da história do município.

Resta saber se esses ataques vão surtir o seu efeito proposto por esse gabinete do ódio, ou seja, desestimular o “GIGANTE” que parece querer acordar na cidade de Açailândia.

Vale a pena aguardar os próximos capítulos.

Simples assim!

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

AÇAILÂNDIA: Mandado de Segurança garante direito de vereadores exercerem seus mandatos. Mas até quando vai valer essa decisão de primeira instância?

 

Em ato ilícito e antidemocrático presidente da câmara de Açailândia em exercício (sob efeito de Liminar), extinguiu o mandato de 09 vereadores eleitos pelo voto popular. A reação de Ceará à decisão do Juiz Dr. José Pereira Lima foi bradar aos seus aliados de primeira hora, é que derrubará em São Luis todas as decisões tomadas em primeira instância na cidade de Açailândia.

A novela CRIMINOSA da câmara de Açailândia ganha novos contornos todos os dias na cidade de Açailândia, e, no final da tarde de ontem (18), o Juiz Dr. José Pereira Lima Filho em atendimento a um mandado de segurança estipulou o prazo de 48 horas para que o atual presidente da câmara municipal Josibeliano chagas Farias (Ceará) dê posse aos 09 vereadores que tiveram seus mandatos extintos.

O blog vai contar detalhes de como tudo começou e aonde isso tudo pode terminar.

A Saga Malévola de Ceará, através de cada tópico descrito abaixo, serão detalhados em capítulos do blog www.wiltonlima.com.br, que será disponibilizado ao leitor:

- Em 2016, político inexpressivo, vereador Ceará é eleito com pouco mais de 900 votos;

- Em 2017, vereador Ceará cria o chamado “Grupo dos 10” e é eleito presidente da câmara de Açailândia e protagoniza uma das cenas mais patéticas da história do legislativo municipal;

- Em 2018, Ceará é protagonista de um grande escândalo na pequena Casa de Leis – denunciado pela imprensa, investigado pelo Ministério Público Ceará tem pedido de prisão formalizado e é afastado do cargo de presidente; (clique no link e conheça a história);

- De 2018 a 2020, Ceará cria uma grande instabilidade político/administrativa na cidade de Açailândia e com a criação de uma espécie de balcão de negócios na capital São Luis, a cidade vira refém de uma verdadeira guerra de Liminares; (clique no link e conheça a história);

- Em 2020 Ceará é reeleito vereador, subindo sua votação em mais de 200 votos e inicia o mesmo processo de negociação de votos entre seus pares para, pela terceira vez consecutiva, comandar o legislativo de Açailândia;

- Em 2021, Ceará, em uma manobra digna de filme “O Poderoso Chefão”, dribla o regimento, desfaz resolução baixada por ele próprio, foge da sessão convocada por ele mesmo, inventa uma sessão às 10:00hs da manhã do primeiro dia do ano e mesmo com prazo perdido para registro de chapa (conforme regimento interno) e servindo-se da conivência de outros 7 vereadores realiza uma eleição super secreta e proclama a sí próprio presidente da câmara de Açailândia – o feito é contestado na justiça, mas como Ceará já disse em alto e bom som: “lá em São Luis quem manda sou Eu”;

- A novela “A Saga de Ceará” ainda tá longe de acabar e, pra completar, Ceará resolveu extinguir o mandato de 09 vereadores que não aceitam suas manobras, no entanto, a judiciário interviu e deu prazo de 48 horas para Ceará desfazer todas as suas atrocidades ilegais.

Todos os capítulos acima descritos serão detalhados pelo blog www.wiltonlima.com.br capítulo a capítulo.

Simples assim!

sábado, 16 de janeiro de 2021

AVB faz doação de 300 mil metros cúbicos de oxigênio a Manaus

A empresa doará 300 mil m³ cúbicos de oxigênio, a logística será feita em parceria com a White Martins

A Aço Verde do Brasil (AVB), produtora de aços longos localizada em Açailândia-MA, se uniu a White Martins, a maior empresa especializada no setor de gases industriais e medicinais do Brasil.

Com a parceira o estado do Amazonas  receberá uma doação de 300 mil metros cúbicos de oxigênio, cerca de 28 mil cilindros, que serão entregues a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SUSAM). O anuncio da doação foi feito neste sábado (16).

Em nota as empresas informaram que o objetivo é ajudar o estado do Amazonas, principalmente a capital Manaus, que passa por um colapso na saúde, por conta do grande número de pessoas infectadas com a Covid-19. O estado vem sofrendo bastante com a falta do produto para tratar os pacientes com a doença.

A AVB, tem em suas instalações sua própria planta de oxigênio, de onde sairá toda sua doação do produto. A empresa White Martins ficará responsável por toda a logística, fazendo com que o oxigênio chegue até Manaus.

Ao todo serão 15 carretas que sairão da AVB em Açailândia com 20 mil metros cúbicos de oxigênio cada, totalizando os 300 mil m³.

Segundo as empresas, neste sábado (16), sairá a primeira carreta rumo a Manaus. A expectativa é de que até o final de janeiro, todo o material saia de Açailândia.

“Estamos muito felizes com essa parceria, que tem como objetivo salvar vidas num momento tão delicado como este que estamos vivendo”. Disse Ricardo Nascimento, Presidente do Conselho Administrativo da AVB.

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

CÂMARA DE AÇAILÂNDIA: Bagunça generalizada é culpa do eleitor?

 

Apontado como o “algoz” da instalação do caos na câmara de Açailândia, vereador Ceará, teve o aval de mais de 1.100 eleitores, e, do próprio poder judiciário que guarda em sua gaveta um pedido de prisão do mesmo, por desvio de recurso público, há mais de 01 ano.

Mantido por 02 anos, acredite leitor, 02 anos, sob efeito liminar como presidente da câmara de Açailândia, o vereador Ceará, acusado de se apropriar do dinheiro público foi eleito pelo voto popular e mais uma vez com apoio de alguns vereadores tenta através da instalação de um verdadeiro caos de narrativas e medidas jurídicas a qual sempre se protege em São Luis, chegar mais uma vez ao comando do legislativo municipal.

Em passado não muito recente o vereador Ceará, conseguiu o apoio incondicional de 09 vereadores que durante 04 anos ficaram amarrados pelo “beiço” (empréstimos consignados) – destes, 05 levaram cartão vermelho do eleitor, mas 04 se reelegeram e pelo visto continuam com muitos débitos políticos a serem quitados e se mantêm fisgados no anzol.

Nessa nova história, Ceará, exímio comprador de consciências, manteve os reeleitos e ainda conquistou 03 chamados novos vereadores que de novos não tem mais nada, pois no primeiro dia de mandato já mostraram suas verdadeiras garras.

Os novos e principais defensores de que Ceará assuma, nem que seja na marra, o comando do legislativo municipal são os vereadores Marcelo Carvalho, aquele do salário doado; a vereadora Bernadeth Mariquinha que mancha, a meu ver, a história da sua honrosa família e o jovem vereador, que a partir de hoje passo a chamar de “CEARAZINHO”, Xanddy Sampaio (o homem já tem nome de artista).

Não se discute aqui nesse artigo a legalidade ou não de quem tem direito em assumir a presidência da câmara de Açailândia, mas sim a moralidade deste ato.

Abro aspas neste artigo para um trecho da decisão do Juiz da segunda Vara Cível da Comarca de Açailândia, Dr. Aureliano Coelho Ferreira, que tornou legal a posso do prefeito e vice-prefeito. 

“Antes de ingressar no mérito do pedido liminar, não se pode deixar de mencionar a postura lamentável dos vereadores eleitos de Açailândia para o quadriênio 2021/2022. As disputas políticas fazem parte da democracia; são na verdade, incentivadas por um sistema eleitoral pluripartidário que resta assentado num modelo de eleição proporcional, ao menos no que concerne as casas legislativas como a câmara de vereadores, e que permite, em tese, uma ampla representação da sociedade”.

Fica fácil culpar o eleitor – esse é o discurso de quem vota no vereador Ceará – e, é claro que eleitor tem sua culpa, mas precisamos definir o perfil do eleitor que vende seu voto, como também o eleitor que mesmo sem receber algo em troca torce pela permanência da corrupção – acredite, tem gente que torce a favor da corrupção.

Tem eleitor que vota com a barriga – mesmo sem aceitar essa justificativa da necessidade e da fome, dar pra perdoar esse eleitor – agora aquele comerciante, aquele fazendeiro, aquele jornalista e aquele profissional liberal de forma em geral, que ovaciona de pé e torce em favor da permanência da corrupção, esse não tem perdão – faz nos refletir se vale a pena combater.

Por outro lado, faz-se preciso ressaltar alguns indícios de esperanças descobertas em meio a essa balbúrdia instalada na câmara de Açailândia – dentre tais, a atuação da jovem vereadora Thaís Brito – digna de uma verdadeira política que há muito tempo não se via – mas é melhor aguardar os próximos capítulos.

Simples Assim.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

BURITICUPU:A pedido do MPMA, Justiça suspende pagamentos de licitações suspeitas

Em atendimento a pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça concedeu, nesta segunda-feira, 21, liminar para que seja cumprida integralmente pelo prefeito de Buriticupu, José Gomes Rodrigues, uma Recomendação relativa à transição municipal e à suspensão de pagamentos de licitações suspeitas, indicadas pela equipe de transição e pela Controladoria Geral da União (CGU). 

Também foi determinado ao prefeito que sejam apresentadas cópias de todos os procedimentos licitatórios e seus respectivos processos de pagamentos.

 

A medida judicial deu-se em Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa, formulada pelo titular da 1ª Promotoria de Justiça de Buriticupu, Felipe Rotondo.

 

Foi fixada, ainda, multa diária, no valor de R$ 50 mil, em caso de descumprimento ou cumprimento apenas parcial da decisão, de autoria do juiz Raphael Leite Guedes.

 

O procedimento foi instaurado logo após o resultado das eleições em Buriticupu, quando foi eleita uma nova gestão. O atual prefeito não concorreu, pois já está exercendo o segundo mandato.

 

Segundo o promotor de justiça Felipe Rotondo, a Recomendação expedida objetivava assegurar uma transição municipal republicanaa fim de evitar prejuízos à continuidade dos serviços essenciais prestados à sociedade, bem como prevenir danos ao erário, dilapidação de documentos públicos, ausência de transparência na gestão fiscal e de prestação de contas, dentre outras obrigações previstas nas normas constitucionais e legais.

 

“Mesmo após realizadas reuniões, constituída equipe de transição, requisitados documentos, a Recomendação não foi inteiramente cumprida, não havendo o fornecimento de todos os documentos exigidos pelas leis, inclusive pela Constituição Estadual”, informou o membro do Ministério Público.

 

Além disso, a CGU informou a realização de pagamentos a empresas com indícios de fraude em valores elevados.

 

Redação: CCOM-MPMA

terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Marcelo Crivella é preso no Rio…


O Globo

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) prenderam, na manhã desta terça-feira (22), o Prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), o empresário Rafael Alves e o delegado aposentado Fernando Moraes.

Também é alvo da operação o ex-senador Eduardo Lopes, que no entanto não foi encontrado em sua casa no Rio. Ele teria se mudado para Belém e deverá se apresentar à polícia. Ele foi senador do Rio pelo Republicanos, ao herdar o cargo de Crivella, e foi secretário de Pecuária, Pesca e Abastecimento do governador afastado Wilson Witzel.

A ação é um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura do Rio. Os mandados são cumpridos pela Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (CIAF) da Polícia Civil e do Geocrim, do MP-RJ. A decisão é da desembargadora Rosa Helena Penna Macedo Guita.

terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Mais emendas da Câmara e do Senado na mira da Polícia Federal no MA

Investigações alcançam não apenas os recursos destinados à área da Saúde – que pegaram o grupo do deputado Josimar de Maranhãozinho – mas várias das demais emendas encaminhadas por deputados e senadores ao longo de 2019 e 2020, com suspeitas de esquema de desvio no estado

 

Turbinada por emendas de senadores e deputados, Codevasf virou uma especie de governo paralelo no Maranhão, com obras em todas as áreas; e agora levanta suspeitas de investigadores

A investigação da Polícia Federal que pilhou o esquema de corrupção montado pelo deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) deve evoluir para novas investigações, e não apenas na área da Saúde.

A PF investiga destinação de recursos públicos para áreas da Infraestrutura, Educação, Assistência Social e compra de equipamentos diversos em todos os municípios.

Segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça, a investigação mira nos setores em que um mesmo grupo de empresas atuam sempre em um mesmo destino, elaborando projetos e movimentando emendas de deputados e senadores.

Exemplos: recursos destinados em massa à Universidade Federal do Maranhão (Ufma), ao Corpo de Bombeiros e, principalmente, à Codevasf, que tem sempre um mesmo grupo de empresas responsáveis na elaboração de projetos e um mesmo grupo de parlamentares destinando os recursos.

Josimar de Maranhãozinho – em café da manhã com seus corretores de emendas – foi o primeiro alvo da Polícia Federal na investigação das emendas parlamentares

Na semana passada, a PF montou operação que alcançou o esquema de Josimar de Maranhãozinho, apontado como controlador de emendas de mais outros três deputados federais: Júnior Lourenço (Avante), Marreca Filho (Patriota) e Pastor Gyldenemir (PL).

Os olhos da PF agora se voltam para outras movimentações tidas por suspeitas, envolvendo grandes volumes de recursos destinados à Codevasf, à UFma, aos Bombeiros e a fundações que controlam hospitais em São Luís e no interior. (Entenda aqui, aqui, aqui e também aqui)

E ao que tudo indica, novas operações devem ocorrer nos próximos meses…

quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

A FOTO DO DIA: o que está por trás?

Prefeito Aluísio ladeado pelo seu vice e 13 dos vereadores eleitos no último dia 15 de novembro.

Jantar realizado ontem a noite, dia 09 de dezembro, reuniu o prefeito reeleito Aluísio Sousa, o vice-prefeito Joaquim da Proagro e 13 vereadores (pelo menos os que pousaram pra foto). O encontro pode ter sido marcado pela ausências de 04 vereadores: Adriano da Saúde, Lucas, Bernadeth e Udenes.

O número de presentes é suficiente para, com folga, eleger o novo presidente da câmara. Contra FOTOS, não existe argumento.